Como continuar comendo de forma saudável agora que esfriou?

O frio chegou e com a diminuição da temperatura geralmente ocorre uma transição na alimentação, dos pratos mais leves do verão para as refeições mais fartas e gordurosas de inverno. Mas, qual é a melhor maneira de fazer a mudança e se manter saudável? Você realmente deveria mudar tanto a sua dieta? E qual é a melhor maneira de fazer tudo isso no meio da pandemia? Confira algumas dicas e truques.

Dicas alimentares que diminuem a inflamação

Os benefícios para a saúde em escolher alimentos integrais em vez de alimentos processados são quase infinitos. Um dos principais benefícios desses alimentos ricos em nutrientes é que eles podem reduzir a inflamação no corpo. O que é mais preocupante é o potencial de inflamação crônica de baixo grau como resultado de dieta inadequada, estresse, disbiose intestinal, poluição, distúrbio do sono e treinamento impróprio ou excessivo em quem se exercita vigorosamente. Essa combinação aumenta o risco de lesões e doenças.

Faixas de resistência: 3 ótimas maneiras de aumentar a força da parte superior do corpo

Faixas de resistência não são ferramentas de exercício de aparência impressionante, mas definitivamente podem fazer você ficar mais forte. Elas podem ter uma aparência frágil e não causar o mesmo impacto que halteres e anilhas, mas após 20 repetições você sentirá a parte do corpo trabalhada queimar como nenhum outro exercício pode fazer. Misturar diferentes tipos de exercícios, ocupando o mínimo de espaço e com pouco material irão desafiar os seus músculos de uma nova maneira.

Enzimas digestivas: você já ouviu falar disso? Confira o que são e para que servem!

As enzimas digestivas são uma parte vital do sistema digestivo. Sem elas, o corpo não pode quebrar os alimentos para que os nutrientes possam ser totalmente absorvidos pelo intestino. A falta de enzimas digestivas pode levar a uma variedade de sintomas gastrointestinais. Também pode deixá-la desnutrida em situações mais graves, mesmo que tenha uma alimentação saudável.

Como sobreviver a crise da meia-idade?

A meia-idade, o período da vida entre a idade adulta mais jovem e mais velha, foi descrita como um período de transição na vida das mulheres. Os investigadores que estudam a meia-idade têm se concentrado em mulheres de 40 a 65 anos de idade, que normalmente enfrentam vários desafios sociais, psicológicos e biológicos, entre eles a transição da menopausa. Durante esse tempo, as mulheres não estão apenas lidando com mudanças biológicas, mas com uma ampla gama de eventos estressantes.