Abusou no final de ano e agora quer emagrecer com refrigerante diet ou zero? Leia essa matéria!

Abusou no final de ano e agora quer emagrecer com refrigerante diet ou zero? Leia essa matéria!
5 (100%) 4 votes

 

refrigerante-diet-zero-emagrecer-saude-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Mudar de refrigerante normal para refrigerante de baixa caloria pode oferecer um corte a curto prazo, mas o seu corpo não será enganado por muito tempo. (imagem: Boa Forma Abril)

 

É início do ano e as suas roupas ficaram apertadas? Fique tranquila, você não é a única pessoa que está passando por isso. Porém, se você quer emagrecer e, para isso, vai começar a consumir refrigerante diet ou zero, saiba que você pode criar novos problemas.

Mudar de refrigerante normal para refrigerante de baixa caloria pode oferecer um corte a curto prazo, mas o seu corpo não será enganado por muito tempo.

“Pesquisas sugerem que alimentos não nutritivos, incluindo os adoçantes artificiais em refrigerantes, podem prejudicar a saúde. O ideal é não consumir nenhum tipo de refrigerante, mas, se for consumir, que não seja os de baixa caloria. Até hoje não existem estudos que comprovem que refrigerante diet emagrece, embora gaste-se muito dinheiro tentando comprovar isso”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas.

Importante: por incrível que pareça, o refrigerante de baixa caloria está associado ao ganho de peso.

LEIA TAMBÉM: Gordura abdominal aumenta o risco de doença cardiovascular

Pesquisas

Pesquisas atuais sugerem que o cérebro reage aos adoçantes artificiais da mesma forma que aos doces açucarados. Por isso, ingerí-los com frequência pode resultar em um maior desejo por alimentos altamente calóricos, aumentando o risco de ganho de peso e de consumo de alimentos de baixa densidade nutricional.

Um estudo descobriu ainda que os indivíduos com excesso de peso que mudaram para refrigerante diet eram mais propensos a consumir mais calorias em alimentos do que os indivíduos com excesso de peso que bebiam refrigerante comum. Além disso, aqueles que bebiam refrigerante diet tinham um IMC mais alto do que os que não consumiam.

“Se o consumo acontecer quando a pessoa está com fome ou exausta, a probabilidade de buscar alternativas mais calóricas é ainda maior!”, complementa e alerta o Dr. Daniel Benitti.

LEIA TAMBÉM: Café com manteiga faz bem?

LEIA TAMBÉM: Você sabe o que é pior? Açúcar ou adoçante?

LEIA TAMBÉM: 7 dicas para cortar o sal da alimentação

Organismo

O cérebro normalmente associa o paladar doce a calorias. Isso é bom, pois faz com que o corpo libere insulina que carrega a glicose para as células. No passado, acreditava-se que esse processo não ocorria quando consumimos adoçantes artificiais, porque as calorias não seguem o sabor doce. No entanto, um estudo da Sociedade Americana de Diabetes descobriu o contrário. Nele, os indivíduos que ingeriram um adoçante artificial específico (sucralose) tiveram aumentos tanto na insulina, quanto nos níveis de glicose no sangue.

Apesar de mais pesquisas serem necessárias, os resultados foram significativos, pois aumentos frequentes de insulina têm sido associados à resistência à insulina e a um aumento do risco de diabetes tipo 2.

Mais pesquisas

Um outro estudo comparou os resultados de ressonância magnética em estudantes universitários que bebiam refrigerante dietético com aqueles que bebiam refrigerante comum. Ambos os grupos ativaram áreas similares de recompensa no cérebro. Contudo, aqueles que bebiam mais refrigerante dietético pareciam alterar o centro de recompensa do cérebro, o que pode mudar a reação cerebral aos desejos por alimentos altamente calóricos.

Lembre-se!

Abandonar um hábito nunca é fácil. Mas o ideal é não consumir refrigerante, seja regular ou diet. Não se deixe enganar pela ideia de baixa caloria: os refrigerantes não têm valor nutricional e podem causar efeitos negativos na sua saúde!

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.