parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Alguém na sua casa está com coronavírus? Como cuidar dela e de você ao mesmo tempo?

 

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
No momento, estamos vivendo uma segunda onda da epidemia e vendo um aumento da contaminação dentro das casas.

 

Seu cônjuge desenvolve tosse seca e diz que está com febre. Ou outra pessoa que mora na sua casa começa a sentir dores, exaustão e falta de ar depois de descobrir que um colega de trabalho deu positivo para Covid-19.

Como a pandemia de coronavírus continua a aumentar em todo o país, essas situações estão se tornando mais comuns.

O que você deve fazer se alguém na sua casa começar a mostrar sintomas de Covid-19 ou o teste for positivo para a doença?

LEIA TAMBÉM: Uma conversa madura e baseada em evidências sobre as vacinas

LEIA TAMBÉM: As vacinas para crianças são iguais às de adultos?

Orientações

Aqui estão algumas orientações para manter o seu familiar doente o mais confortável possível, limitando a chance de o vírus se espalhar facilmente em sua casa.

O coronavírus se espalha principalmente quando as pessoas infectadas entram em contato próximo com outras. Uma casa onde as pessoas passam muitas horas por dia juntas é um local propício para que isso aconteça.

“No momento, estamos vivendo uma segunda onda da epidemia e vendo um aumento da contaminação dentro das casas, onde alguém que está doente infecta outras pessoas com quem vive. Um recente estudo confirmou que é comum o coronavírus se espalhar entre as pessoas em uma casa, muitas vezes logo depois de uma pessoa começar a se sentir doente. Mas, é possível evitar isso se as pessoas tomarem simples medidas, como isolar a pessoa com algum sintoma ou teste positivo”, indica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo, Campinas e a distância.

Idealmente, isolar significa que eles devem ficar em um quarto separado e, de preferência, usar um banheiro separado também.

No entanto, se você mora em um local fechado e não é capaz de fazer isso, crie a maior circulação de ar possível em sua casa, abrindo as janelas, por exemplo. Se você tiver que estar muito próximo da pessoa que está doente, todos devem usar máscaras. Mas, tentar manter as pessoas separadas tanto quanto possível é a melhor coisa que você pode fazer.

De acordo com as diretrizes, a pessoa que está doente deve isolar-se por conta própria até que tenham se passado 10 dias desde o início dos sintomas e esteja sem febre por pelo menos 24 horas sem tomar medicamentos para baixar a febre.

Se você não puder evitar o contato próximo com a pessoa doente em sua casa, recomenda-se que você também fique em casa enquanto eles se isolam e por 14 dias depois. Isso irá garantir que você não corra o risco de espalhar a Covid-19 para outras pessoas fora da sua casa. Observe se há febre, tosse, falta de ar ou outros sintomas da doença, como a perda de olfato (anosmia).

Como cuidar de alguém que tem Covid-19?

Frequentemente, as pessoas que adoecem com Covid-19 podem se recuperar com segurança em casa. Eles precisarão de bastante descanso e provavelmente de alguma ajuda de outras pessoas para que possam ficar isolados. Se você for considerada de alto risco para ficar muito doente com Covid-19, deve evitar cuidar da pessoa, se puder.

O primeiro passo é certificar-se de que quem está doente já contactou um profissional de saúde. Eles podem ser aconselhados a fazer o teste de Covid-19 ou apenas ficar em casa e monitorar os sintomas.

Se o resultado do teste for positivo ou se presumir que têm a doença, eis o que você pode fazer para ajudá-los a se recuperar em casa:

1.Verifique-os frequentemente e preste atenção aos sinais de alerta.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-dor-peito-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Fique atento aos sinais de alerta, como dificuldade para respirar e dor persistente no peito.

As coisas podem mudar rapidamente com a Covid-19. Verifique-os frequentemente enquanto segue as práticas de segurança. Se eles começarem a mostrar sinais de dificuldade para respirar, dor persistente no peito, nova confusão, dificuldade para acordar ou permanecer acordado, ou lábios ou rosto azulados, ajude-os a obter atendimento médico de emergência.

2.Certifique-se de que eles têm medicamentos e suprimentos.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-termometro-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Deixe suprimentos e medicamentos disponíveis para a pessoa doente.

Ter um termômetro em mãos pode ajudar a pessoa que está doente a monitorar a febre. Um oxímetro também pode ser útil. Um profissional de saúde pode recomendar medicamentos de venda livre, como analgésicos, antitussígenos e redutores de febre, para ajudar a mantê-los confortáveis.

3.Ajude a cuidar das necessidades básicas.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-beber-agua-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Beber líquido e descansar é fundamental para a pessoa infectada.

É importante que a pessoa que está doente beba muito líquido e descanse. Se você puder, ajude a entregar mantimentos, preparar refeições, cuidar de animais de estimação e cuidar de outras tarefas domésticas.

4.Localize e informe outras pessoas com quem eles estiveram em contato próximo.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-avisar-pessoas-contato-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Avise as pessoas que tiveram contato com o doente.

Considere quem mais pode ter entrado em contato com a pessoa que está doente. Informe essas pessoas para que possam entrar em quarentena por 14 dias.

5.Ofereça apoio emocional.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-video-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Organize um chat por vídeo com o resto da família para a pessoa doente.

Estar fisicamente isolado pode ser solitário e enfadonho. Some a isso o medo de evoluir para a forma grave, mais a perda de paladar e olfato. Apoiar o estado emocional das pessoas é muito importante. Organize um chat por vídeo com o resto da família de outra área da casa ou deslize notas escritas à mão por baixo da porta do quarto da pessoa todos os dias. Ela irá se sentir acolhida!

Cuidar do seu familiar que tenha Covid-19 e ao mesmo tempo se proteger exigirá alguns cuidados e cautela. Por isso recomenda-se:

1.Evite contato próximo com a pessoa que está doente, se possível.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-usar-mascara-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Use máscara mesmo em casa.

Se você não pode evitar o contato próximo, use uma máscara. Eles também devem usar uma máscara quando estiverem perto de outras pessoas em casa para bloquear as gotículas que espalham o vírus para o ar.

2.Continue a seguir as precauções diárias contra o coronavírus.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-lave-as-maos-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Lave as mãos com frequência mesmo dentro de casa.

Lave as mãos com frequência e evite tocar nos olhos, nariz ou boca.

3.Limpe e desinfete as superfícies tocadas com frequência todos os dias.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-limpe-a-casa-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas.png

Isso inclui maçanetas, torneiras e interruptores de luz. Use álcool 70%.

4.Não compartilhe utensílios domésticos pessoais com a pessoa que está doente.

parente-covid-19-coronavirus-mesma-casa-lavar-louca-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Higienize as louças com cuidado.

Lave todas as xícaras, pratos e talheres com sabão e água quente (ou na máquina de lavar louça). A roupa pode ser lavada junto.

5.Evite visitantes em sua casa.

Principalmente quem está em alto risco de complicações pela Covid-19.

Lembre-se!

A covid-19 se espalha quando alguém deixa de lado as precauções ou quando um membro da família não toma cuidado. Portanto, temos que estar muito vigilantes com essas precauções. A pandemia ainda não acabou!

LEIA TAMBÉM: Vivendo o novo normal: como se adaptar à nova realidade imposta pelo coronavírus?

LEIA TAMBÉM: Como saber quais atividades são seguras e quais são arriscadas?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.