Causas e tratamentos para os vasinhos

Causas e tratamentos para os vasinhos
5 (100%) 4 votes

 

secagem-de-vasinhos-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-campinas
Os vasinhos podem ser uma preocupação puramente estética ou uma indicação de alguma enfermidade mais séria, que está afetando o seu sistema venoso.

 

Uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens têm teleangiectasias, mais conhecidas como vasinhos.

Elas ocorrem pela dilatação de algumas veias que ficam sob a pele e que são muito pequenas para serem vistas quando não estão doentes. Quando elas dilatam, acabam acumulando mais sangue, ficam mais escuras e passam a ser visíveis a olho nu.

O aparecimento das teleangiectasias está associado a vários fatores:

  • História familiar: se você tem membros da família com teleangiectasias, as chances de desenvolvê-las são maiores;
  • Trauma: lesões de tecidos moles podem desenvolver teleangiectasias na área da perna. Isso pode acontecer como resultado de uma cirurgia ou de um machucado, como uma batida por uma bola ou algum objeto duro;
  • Medicamentos: hormônios femininos, como estrogênio e progesterona, podem causar teleangiectasias. Nesse caso, os mais comuns são os anticoncepcionais orais;
  • Gravidez: as teleangiectasias aparecem devido aos níveis de progesterona que ficam muito altos e relaxam o músculo da parede das veias, permitindo que ela se dilate;
  • Ocupação: ficar muito tempo de pé ou sentado com as pernas para trás pode piorar as teleangiectasias.

LEIA TAMBÉM: Varizes na gravidez

LEIA TAMBÉM: Varizes pélvicas

Frequentemente, veias um pouco maiores e azuis ou verdes podem ser vistas abaixo ou próximo às teleangiectasias. Elas podem atuar como nutridoras das teleangiectasias e o tratamento de uma depende da outra.

Os vasinhos podem ser uma preocupação puramente estética ou uma indicação de alguma enfermidade mais séria, que está afetando o sistema venoso. Quando muitas teleangiectasias são vistas atrás do joelho ou em volta do tornozelo existe uma grande chance de existir um problema mais grave.

LEIA TAMBÉM: Por que as varizes vão além da questão estética?

LEIA TAMBÉM: Perguntas frequentes sobre varizes

LEIA TAMBÉM: Mitos e verdades sobre as varizes

Elas podem causar desconforto, como a sensação de queimação ou de peso, além de coceira sobre as veias. Esse desconforto é mais frequente quando as teleangiectasias estão na parte de trás do joelho, mas também pode ocorrer em outros locais.

O tratamento dos vasinhos, além de trazer uma melhora estética, pode fazer a perna parecer mais leve e com mais energia. Ele deve ser realizado por um cirurgião vascular com experiência no assunto e que saiba escolher a melhor opção de tratamento para cada caso.

LEIA TAMBÉM: Laser varizes

LEIA TAMBÉM: Tudo o que você precisa saber sobre escleroterapia ou ‘secagem de vasinhos’

O tratamento é efetivo para fazer as veias atuais desaparecerem, mas não evita que novas se formem. Por isso, é muito importante manter um acompanhamento com um bom cirurgião vascular, no mínimo de seis em seis meses, e manter a saúde em dia, sem medo ou receio de mostrar as pernas.

 

Cirurgião vascular Dr. Daniel Benitti, que atende em Campinas, à Rua José Paulino, 2233 – Vila Itapura, e em São Paulo, à Rua Oscar Freire, 2250 – T9/T10.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

2 comments to “Causas e tratamentos para os vasinhos”

Deixe seu Comentário or Trackback this post.

  1. Denise Carvalho - 19 de março de 2019 at 02:36 Reply

    Boa noite tenho trombofilia e faco uso continuo de anticoagulante marevan. Tenho alguns vasinhos nas pernas e gostaria de tirar pq esteticamente falando me encomoda. Estao localizados nas coxas e panturilhas. Gostaria de saber se eu posso fazer as escleroterapias ou e arriscado por conta da minha situacao de anticoagulada? Desde ja agradeço.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.