Como controlar a TPM sem anticoncepcional?

Como controlar a TPM sem anticoncepcional?
5 (100%) 7 votes

 

como-controlar-tpm-sem-anticoncepcional-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sp-campinas
Existem formas naturais para controlar a TPM (Tensão Pré-Menstrual), sem a necessidade de anticoncepcionais.

 

A maioria das mulheres acredita que a única maneira de controlar a TPM (Tensão Pré-Menstrual) é com o uso de pílula anticoncepcional. No entanto, existem formas naturais para amenizar os sintomas.

O cirurgião vascular Dr. Daniel Benitti, que atende em São Paulo e em Campinas, explica que praticar a atividade física e manter uma dieta saudável e adequada podem controlar o inchaço, depressão, irritabilidade e mudanças de humor. “Eu recomendo que a paciente faça de 30 a 45 minutos de atividade física, quatro a cinco dias por semana, e adeque a dieta”, indica.

Abaixo seguem 11 dicas para diminuir os sintomas da TPM com atitudes diárias e naturais:

  1. Reduzir o sal

Para isso, cozinhe sua própria comida em vez de comer fast food ou alimentos processados, nos quais o sal está muito presente. Dieta com pouco sódio é particularmente recomendada para mulheres com inchaço e sensibilidade nas mamas.

  1. Coma frutas e vegetais

Legumes, como couve, espinafre e acelgas são ricos em ferro e vitaminas do complexo B, o que ajuda a evitar a fadiga. Para ajudar no paladar, tempere bem os vegetais com um bom azeite e vinagre balsâmico.

  1. Beba muita água

Beber 2 litros por dia ajuda a reduzir o inchaço, auxilia na digestão e traz uma série de outros benefícios para a saúde. Se estiver difícil tomar água, aromatize-a com limão, hortelã ou conforme preferência.

  1. Coma alimentos ricos em cálcio e com baixo teor de gordura

Alguns estudos sugerem que comer mais cálcio (presente em alimentos como iogurte, leite, produtos de soja e queijo com pouca gordura) pode reduzir os sintomas da TPM.

  1. Tome vitamina D

Ela é encontrada naturalmente em alimentos como sardinha, ostras e salmão. Mas, se for necessário, utilize suplementação, pois níveis baixos de vitamina D aumentam os sintomas da TPM.

  1. Coma frutas oleaginosa

Castanhas, nozes, avelãs e amêndoas são ricas em ômega 3 e ajudam a saciar a vontade de comer. Em vez de optar por um saco de salgadinho ou um doce, faça um lanche com uma pequena porção in natura da sua preferência.

LEIA TAMBÉM: Afinal anticoncepcionais aumentam o risco de trombose?

LEIA TAMBÉM: Cuidados ao usar pílulas anticoncepcionais por mais de 3 anos

LEIA TAMBÉM: Tenho síndrome dos ovários policísticos e tomo pílula anticoncepcional. Devo me preocupar com trombose?

  1. Coma carboidratos complexos

Os alimentos que possuem carboidratos complexos consistem em três ou mais açúcares naturais e são ricos em fibras. Eles são digeridos lentamente, causando um aumento gradual nos níveis de insulina, o que ajuda a estabilizar o humor e manter o desejo de doces sob controle. Experimente batata-doce, abóbora, lentilha e aveia não processada.

  1. Coma alimentos integrais

Troque todos os grãos processados ​​por grãos integrais, como pães, massas, cereais e arroz. É importante ressaltar que a mudança nos níveis de estrogênio e progesterona podem diminuir as quantidades de serotonina no cérebro, o que pode afetar o humor e desencadear depressão, ansiedade ou irritabilidade. Dessa forma, a ingestão de alimentos integrais aumenta essa substância e auxilia no controle desses temperamentos.

  1. Limite o consumo de álcool

Embora seja tentador tomar uma bebidinha para relaxar, o álcool pode atrapalhar a qualidade do sono.

  1. Maneire a cafeína

Um cafezinho ajuda no dia-a-dia, mas muita cafeína, principalmente em bebidas energéticas, pode interromper o sono e piorar os sintomas da TPM.

  1. Coma alimentos ricos em ferro

Você precisa aumentar a ingestão de ferro antes e durante o período menstrual para compensar as perdas do organismo, evitando a anemia. Escolha carnes magras e tire o excesso de gordura antes de cozinhar. Contudo, se você é vegana, ou simplesmente não gosta de carne vermelha, a suplementação de ferro pode ser necessária.

“Para algumas mulheres, comer corretamente e praticar atividade física não são suficientes para resolver os problemas da TPM e medicamentos podem ser necessários. É muito importante conversar sobre este assunto, pois ele ainda é um tabu. Muitos problemas no trabalho, conjugais e familiares podem recorrer devido a TPM. Nesses casos, indica-se ajuda médica”, alerta e finaliza o Dr. Daniel Benitti.

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

LEIA TAMBÉM: O que esperar de uma consulta vascular?

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.