metodos-contraceptivos-anticoncepcionais-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Como escolher o melhor método anticoncepcional para você?

Como escolher o melhor método anticoncepcional para você?
5 (100%) 2 votes

 

metodos-contraceptivos-anticoncepcionais-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Não existe o melhor método anticoncepcional para todas as mulheres e a escolha deve ser individualizada. (imagem: ufmg)

 

Hoje existem diversas opções de controle de natalidade e regulação do ciclo menstrual. No entanto, não existe o melhor método para todas as mulheres e a escolha deve ser individualizada.

Para essa decisão, além do histórico médico da mulher, a primeira pergunta que deve ser respondida é: “o que é mais importante para você?”.

  • Menos efeitos colaterais?
  • Menor quantidade de cólicas?
  • Facilidade no uso?
  • Cortar ou diminuir o fluxo menstrual?
  • Proteção contra doenças sexualmente transmissíveis?
  • Menor risco de trombose?

Abaixo confira os principais métodos anticoncepcionais:

pilula-anticoncepcional-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A pílula é um dos métodos mais usados. (imagem freepik)
  1. Pílulas anticoncepcionais

Um dos métodos de controle de natalidade mais usados é “a pílula”, que regula os hormônios para controlar o ciclo menstrual.

Prós:

  • Períodos menos dolorosos e mais leves.
  • Redução de acne.
  • Risco reduzido de câncer de ovário e câncer de endométrio.
  • Mais de 95% eficaz na prevenção da gravidez.

Contras:

Risco ligeiramente aumentado de trombose, geralmente em fumantes e mulheres com história familiar.

“Existe um tipo especial de pílula chamado de “mini pílula” ou somente pílula de progestógeno, que é mais seguro para mulheres com risco de trombose. Mas, o seu uso deve ser conversado com um médico de confiança”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e Campinas.

Além disso, ele precisa ser tomado todos os dias e é pouco tolerado pelas pacientes com lipedema, que normalmente incham e têm piora das dores.

LEIA TAMBÉM: Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos e tomo pílula anticoncepcional. Devo me preocupar com trombose?

LEIA TAMBÉM: Cuidado ao usar pílulas anticoncepcionais por mais de três anos

LEIA TAMBÉM: Uso de anticoncepcionais e a depressão

diu-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
As pacientes com lipedema se beneficiam do uso do DIU sem hormônios. (imagem uol)
  1. DIU (dispositivo intra-uterino)

Essa é uma excelente opção de controle de natalidade para as mulheres. O DIU é um dispositivo em forma de “T” que é inserido no colo do útero. Existem duas formas de DIU, uma versão em cobre ou prata sem hormônios e uma versão que contêm hormônios.

“As pacientes com lipedema se beneficiam muito do uso do DIU sem hormônios. O inconveniente que pode ocorrer é o aumento do fluxo menstrual, mas que pode ser controlado”, complementa o Dr. Daniel Benitti.

LEIA TAMBÉM: Lipedema pode atrapalhar a vida sexual

LEIA TAMBÉM: Como fazer o diagnóstico de lipedema?

Prós:

  • Mais de 99% de eficácia.
  • Dura de três a 10 anos antes de precisar ser substituído.
  • DIUs hormonais: podem tornar os períodos mais leves ou até inexistentes. 
  • DIUs hormonais: podem reduzir o risco de câncer de endométrio.

Contras:

  • Requer um exame pélvico antes da colocação.
  • A inserção pode ser desconfortável ou até dolorosa.
  • Risco de perfuração do útero durante a inserção, embora seja muito raro.
  • Pode aumentar o fluxo menstrual nas versões sem hormônios.
camisinha-preservativo-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
O preservativo é o único método de controle de natalidade que também protege contra DSTs. (imagem freepik)
  1. Preservativo

O preservativo serve como uma barreira que impede a entrada de espermatozóides no útero.

Prós:

  • O único método de controle de natalidade que também protege contra doenças sexualmente transmissíveis (DST).
  • Pode ser usado com outros métodos de controle de natalidade para proteção contra DST e melhor proteção contra a gravidez.

Contras:

  • Inconveniência.
  • Taxa de falha de 20%.
implante-hormonal-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
O implante hormonal é inserido durante um procedimento rápido. (imagem oglobo)
  1. Implante hormonal

É uma pequena haste de plástico inserida sob a pele do braço e fornece um suprimento constante de hormônios que impedem a gravidez por três anos.

Prós:

  • Semelhante aos do DIU hormonal.
  • Altamente efetivo.
  • Não é necessário exame pélvico.
  • Inserido durante um procedimento rápido.

Contras:

  • Preço.
  • Pode causar sangramento imprevisível, com escapes menstruais.
injecao-hormonal-anticoncepcional-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A injeção hormonal requer consulta médica quatro vezes ao ano. (imagem dicasdemulher)
  1. Injetável

O médico pode fazer uma injeção de hormônio a cada três meses.

Prós:

  • Eficácia semelhante à pílula.
  • O ciclo pode diminuir ou até desaparecer.

Contras:

  • Causa afinamento ósseo, embora seja reversível quando se interrompe a injeção.
  • Requer consulta médica para a injeção quatro vezes por ano.
adesivo-anticoncepcional-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
O adesivo contraceptivo pode ser aplicado em casa. (imagem bedmed)
  1. Adesivo e anel

Eles possuem os mesmos hormônios da pílula. O adesivo você coloca na pele e o muda toda semana. O anel é um pedaço de plástico flexível que você coloca na vagina e substitui a cada mês.

Prós:

  • Pode ser aplicado em casa: não é necessária uma consulta médica após a primeira visita de prescrição.
  • 95% eficaz na prevenção da gravidez.

Contras:

  • Efeitos colaterais, como alterações de humor, sensibilidade nos seios e inchaço, embora eles tendem a desaparecer após alguns meses de uso.
  • É preciso lembrar de mudar o adesivo ou o anel.

Você gostou dessa informação? Compartilhe!

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.