Como saber se tenho aneurisma da Aorta?

Como saber se tenho aneurisma da Aorta?
5 (100%) 2 votes

Exames de imagem de última geração e procedimentos minimamente invasivos ajudam no tratamento desta grave doença

 

aneurisma-aorta-tratamento-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-campinas
A correção do aneurisma visa evitar a rotura. A chance de sobreviver a um aneurisma que já rompeu é muita baixa, inferior a 20%.

 

Aneurismas geralmente não causam sintomas, por isso a detecção dessa enfermidade é difícil. Devido ao fato de não serem tão frequentes, como as doenças do coração, por exemplo, a investigação não é feita como deveria.

Segundo o cirurgião vascular Dr. Daniel Benitti, que atende em Campinas e em São Paulo, a doença aneurismática tem um fator genético importante. “Se você tem algum familiar com aneurisma, procure um cirurgião vascular com experiência para realizar um check-up”, alerta.

LEIA TAMBÉM: Cuidado! Muitas doenças vasculares são silenciosas

O que é aneurisma?

As artérias carregam o sangue pelo corpo, lidando com a pressão e o alto fluxo sanguíneo. Ao longo do tempo, as paredes podem enfraquecer em certas partes, causando dilatação. Esta condição recebe o nome de aneurisma e ocorre com uma frequência maior na aorta abdominal.

Como tratar o aneurisma?

A correção do aneurisma visa evitar a rotura. A chance de sobreviver a um aneurisma que já rompeu é muita baixa, inferior a 20%. Por outro lado, as complicações de uma cirurgia de correção são baixas, quando feita por um cirurgião experiente. Por isso, é muito importante corrigir um aneurisma quando ele ainda está intacto – sempre com quem tem conhecimento e experiência no assunto.

O Dr. Daniel Benitti alerta, porém, que não são todas as pessoas com aneurisma que possuem indicação de tratamento.

 

LEIA TAMBÉM: Novas tecnologias prometem melhorar os resultados das cirurgias endovasculares para aneurisma

LEIA TAMBÉM: A mortalidade por aneurisma é 3 vezes maior na Inglaterra do que nos Estados Unidos

Fatores de risco

Os principais fatores de risco para aneurisma são:

  • Tabagismo;
  • Pressão alta (hipertensão);
  • Aterosclerose;
  • História familiar;
  • Doenças do tecido conectivo, como Marfan e Ehler-Danlos, por exemplo.

“Todas as pessoas que possuem um familiar com aneurisma devem fazer pesquisa da doença. Um simples exame de ultrassom de abdômen pode ajudar a fazer o diagnóstico”, aconselha.

Os homens com mais de 55 anos ou as mulheres com mais de 65, que fumam ou apresentam pressão alta, também devem fazer um check-up vascular.

Se você conhece alguém que tem aneurisma ou que esteja enquadrado nas características acima, divulgue estas informações, pois você estará ajudando a salvar uma vida!

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

LEIA TAMBÉM: O que esperar de uma consulta vascular?

LEIA TAMBÉM: Frio é o melhor momento para fazer check-up vascular

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.