desfuncao-eretil-coronavirus-covid-19-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular

Coronavírus pode causar impotência nos homens. Mais um motivo para se cuidar!

Coronavírus pode causar impotência nos homens. Mais um motivo para se cuidar!
5 (100%) 12 votes

 

desfuncao-eretil-coronavirus-covid-19-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular
De acordo com recente estudo, sobreviver à Covid-19 pode estar associado à disfunção erétil.

 

O ano não acabou e estamos vivendo a segunda onda do coronavírus. As pessoas colocam muito a culpa nos governantes, mas devemos fazer a nossa parte. Precisamos manter o distanciamento social, usar máscaras, álcool gel, não colocar a mão no rosto, não sair de casa se tiver algum sintoma, etc.. Todo mundo sabe disso, mas ainda tem muita gente que não está tomando as medidas necessárias e, por isso, estamos tendo um aumento enorme de casos.

No entanto, talvez agora seja mais fácil convencer os homens a se cuidarem.

Um recente estudo relatou as repercussões do vírus na saúde sexual e reprodutiva dos homens. Segundo os dados, sobreviver à Covid-19 pode estar associado à disfunção erétil (DE). A pesquisa aponta para três fatores que podem levar ao aparecimento potencial de DE em homens que tiveram o vírus:

  1. Efeitos vasculares

A função erétil é um preditor de doença cardiovascular, sabemos que o sistema vascular e o sistema reprodutivo estão conectados. Também sabemos que a Covid-19 pode causar hiperinflamação em todo o corpo, especialmente no coração e nos músculos adjacentes. O suprimento de sangue ao pênis pode ficar bloqueado ou estreito como resultado de uma condição vascular nova ou agravada causada pelo vírus.

  1. Impacto psicológico

A atividade sexual está intimamente associada à saúde mental. O estresse, a ansiedade e a depressão causados pelo vírus e pela pandemia podem estar relacionados à disfunção sexual e mau humor.

LEIA TAMBÉM: Como reduzir o hormônio do estresse em tempos de coronavírus?

LEIA TAMBÉM: O coronavírus aumentou o estresse e as discussões entre muitos casais. Saiba como superar esta onda de conflitos.

  1. Deterioração geral da saúde

A disfunção erétil é normalmente um sintoma de um problema latente. Homens com problemas de saúde têm maior risco de desenvolver DE e também de ter uma reação grave à Covid-19. Uma vez que o vírus pode causar uma infinidade de problemas de saúde, sendo motivo de preocupação tanto para DE quanto para outras complicações.

“A disfunção erétil ou impotência pode ser um marcador da saúde geral. Para pessoas jovens e saudáveis que desenvolvem disfunção erétil abruptamente e especialmente depois de terem Covid-19, isso pode ser um sinal de que algo mais sério está acontecendo. Outro motivo de preocupação é o potencial dano testicular que pode ocorrer após uma infecção pelo vírus. É muito cedo para dizer se o dano é permanente, temporário ou se pode afetar a fertilidade. A idade também é um aspecto importante a ser considerado, pois é um fator de risco para desenvolver DE e um caso grave de Covid-19. Por isso, todas as medidas de proteção devem ser tomadas. Cada dia aprendemos algo novo”, alerta o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo, Campinas e a distância.

Temos relatos de dano testicular pela infecção por Covid-19. O vírus entra nas células através do receptor ACE, que é altamente expresso no testículo, sugerindo a possibilidade de infecção testicular desde o estágio inicial da doença! Sendo expresso em células de Sertoli e Leydig, este receptor desempenha papéis importantes na espermatogênese e na regulação da esteroidogênese. Devido ao envolvimento das células de Sertoli, a função reprodutiva pode ser afetada de forma semelhante. Além disso, ACE2 também é expresso por espermatogônias, portanto, aumenta o risco da presença de SARS-CoV-2 no líquido seminal que pode ser uma via de transmissão!

Estamos apenas começando a entender as complicações de longo prazo que o vírus pode causar, incluindo: trombose precoce e tardia, problemas neurológicos, danos ao coração, pulmões, rins e agora, consequências negativas para a saúde sexual e reprodutiva dos homens.

A verdade é que ainda não sabemos muito sobre o vírus, apesar de termos inúmeras pessoas palpitando. É necessário tempo e mais pesquisas até termos um melhor entendimento. Por isso é tão fundamental seguir as regras de segurança, levar a pandemia a sério para diminuirmos a propagação e os riscos de complicações futuras.

LEIA TAMBÉM: Hormônios, trombose e coronavírus: tudo o que você precisa saber

LEIA TAMBÉM: Alguém na sua casa está com coronavírus? Como cuidar dela e de você ao mesmo tempo?

LEIA TAMBÉM: Vivendo o novo normal: como se adaptar à nova realidade imposta pelo coronavírus?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.