Corte o açúcar em 10 dias! A vida não precisa dele para ser doce

Corte o açúcar em 10 dias! A vida não precisa dele para ser doce
5 (100%) 2 votes

 

cortar-acucar-alimentacao-dr-daniel-benitti-sao-paulo-campinas
O efeito do açúcar no cérebro é muito semelhante ao da cocaína e, por isso, devemos tratar como vício. (imagem freepik)

 

A maioria das pessoas exagera no doce e, quanto mais açúcar consumimos, mais o organismo pede por ele. No entanto, é importante lembrar que o açúcar faz muito mal para o corpo, principalmente para a cintura, além de aumenta o risco de diabetes e doenças cardiovasculares.

LEIA TAMBÉM: Os piores e os melhores alimentos para quem tem diabetes

“O efeito do açúcar no cérebro é muito semelhante ao da cocaína e, por isso, devemos tratar como vício. Um adulto consome em média 22 colheres de chá de açúcar, enquanto deveria consumir até 5 (no caso das mulheres) e até 9 (no caso dos homens). As crianças consomem em média 34 colheres de chá de açúcar, enquanto deveriam consumir no máximo 4! Por isso, devemos levar este assunto mais a sério”, alerta o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular, que atende em São Paulo e em Campinas.

Segundo a Sociedade Americana de Diabetes, quando você corta o açúcar da alimentação, irá reduzir:

  • cansaço
  • refluxo
  • intestino irritável
  • dor de cabeça
  • ansiedade
  • estresse
  • doenças degenerativas 

LEIA TAMBÉM: Alimentação adequada pode tratar a ansiedade

LEIA TAMBÉM: O estresse pode fazer você engordar

Como parar de consumir açúcar?

A boa notícia é que as pessoas podem quebrar o vício no açúcar em 10 dias. Abaixo separamos algumas dicas:

1.Faça a decisão

Tenha o comprometimento de mudar esse hábito em 10 dias. Isso irá reiniciar o seu corpo e cérebro através da sua força de vontade.

2.Saiba onde tem açúcar

Corte todas as formas de açúcar. Farinha, adoçante, molho de tomate pronto, gordura vegetal hidrogenada, glutamato monossódico e produtos congelados.

3.Não beba açúcar

Abandone os refrigerantes, sucos prontos (principalmente néctar) e chás. Escolha sempre a opção natural, preparada na hora.

4.Adicione proteínas nas refeições

Inclua ovos, nozes, sementes, peixe, frango ou carne com pouca gordura nas refeições.

5.Coma bons carboidratos

Consuma vegetais com carboidratos complexos: brócolis, couve, repolho, berinjela, aspargos, tomate, cebola, pepino, abobrinha, cogumelos e pimentão.

6.Inclua boas gorduras nas refeições

Coma oleaginosas, semente, nozes, abacate e peixes ricos em ômega 3.

7.Controle o estresse

O estresse eleva o cortisol, que  aumenta a fome, ansiedade e vontade de comer doces.

8.Corte glúten e laticínios

Não será fácil! Mas, após 3 dias você se sentirá com mais energia e menos desejo por doces.

9.Durma

Se você não dormir 8 horas por noite, o seu corpo irá pedir por mais calorias.

É possível!

Você pode cortar o vício em açúcar! E, isso não significa que você nunca mais irá comer um docinho, mas terá controle sobre o seu corpo e mente para não ter ataques de compulsão por doces. A sua saúde cardiovascular irá agradecer.

LEIA TAMBÉM: 7 receitas para aproveitar a dieta do mediterrâneo – melhor para a saúde cardiovascular

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.