Crianças e adolescentes estão tomando vitaminas e suplementos. Mas será que eles precisam?

Crianças e adolescentes estão tomando vitaminas e suplementos. Mas será que eles precisam?
5 (100%) 1 vote

 

suplementos-criancas-bebes-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sp-campinas
1/3 das crianças e adolescentes está utilizando suplementos, vitaminas e minerais. (imagem: bebe abril)

 

O mercado de suplementos, vitaminas e minerais tem crescido bastante. Hoje, o total de vendas desse segmento gera em torno de 100 bilhões de reais no mundo, sendo que este valor deve ser provavelmente maior. No entanto, o consumo destes produtos entre crianças e adolescentes tem crescido muito ultimamente, sem nenhuma comprovação de benefícios.

Segundo o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas, um recente estudo mostrou que 1/3 das crianças e adolescentes está utilizando suplementos, vitaminas e minerais. “Isso é um absurdo! Criança não precisa de balinha com vitaminas. Criança precisa se alimentar bem, brincar bastante e dormir cedo, sem excesso de eletrônicos em geral”, alerta.

Os multivitamínicos são os produtos mais comumente utilizados, seguidos pelo Ômega 3.

“É muito importante que isso pare e que as pessoas comecem a questionar a real necessidade dessa suplementação, pois não há nenhuma comprovação científica dizendo que isso faz bem para as crianças e adolescentes”, indica o Dr. Daniel Benitti.

Para piorar o cenário, a quantidade de adolescentes que estão utilizando melatonina para dormir melhor está aumentando. No entanto, eles não tiram os olhos da tela do celular e ficam conectados o dia inteiro nas mídias sociais. Com isso, o cérebro fica hiper estimulado, dificultando o sono e tornando a noite agitada, repleta de pesadelos e gritos.

LEIA TAMBÉM: TV, tablets e celulares fazem mal para crianças?

‘As drogas para déficit de atenção também estão ganhando muita popularidade. Hoje, temos uma epidemia desta condição, mas o problema é outro e o remédio não é a solução. É muita informação e pouca atividade para essa geração”, alerta o Dr. Daniel Benitti.

É importante ressaltar que existem crianças que se beneficiam, sim, de suplementos e vitaminas, pois apresentam deficiências, mas isto é raro. Os mais comuns são de vitamina D em menores de 1 ano e de ferro  entre 1 e 5 anos. Contudo, a grande maioria das crianças e adolescentes são saudáveis e não precisam de nada!

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.