Embolização de miomas (tumores benignos no útero)

Embolização de miomas (tumores benignos no útero)
5 (100%) 5 votes

 

mioma-no-utero-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-campinas
Em algumas pacientes, os sintomas mais comuns dos miomas são: sangramento excessivo durante a menstruação ou em períodos irregulares e dor na pelve e no abdômen. (imagem: blogs.uai)

 

Os miomas são tumores benignos que podem se desenvolver dentro ou fora do útero, aparecendo em formatos múltiplos ou únicos. Problema tipicamente feminino, eles atingem cerca de 50% das mulheres em idade entre 30 e 50 anos.

Em algumas pacientes, os sintomas mais comuns são: sangramento excessivo durante a menstruação ou em períodos irregulares e dor na pelve e no abdômen.

Existem quatro tipos de miomas, nomeados de acordo com a localização:

  • Submucoso: aparece no interior do útero e pode acarretar sangramento abundante, além de anemia;
  • Intramural: se desenvolve no meio da parede uterina, provocando cólicas;
  • Subseroso: surge na parte externa do útero, cujo principal sintoma é percebido quando passa a comprimir outros órgãos, como o intestino, por exemplo;
  • Pediculado: pode ser confundido com tumor ovariano e é ligado ao útero apenas por um tecido chamado pedículo.

LEIA TAMBÉM: Afinal, anticoncepcionais aumentam o risco de trombose?

LEIA TAMBÉM: Você sabe o que é HPV, assunto tão comentado no momento?

Tratamento

  • Medicamentos: uso aconselhado para diminuir os sintomas. Ou seja, não acabarão com os tumores, apenas reduzirão o mal estar, podendo ser à base de hormônios, como os anticoncepcionais orais, anti-inflamatórios ou antifibrinolíticos, para amenizar o sangramento e as cólicas;
  • Histerectomia: cirurgia para retirada do útero. O benefício é definitivo, porém ela não é indicada para mulheres que ainda querem gerar filhos ou que desejam manter o útero;
  • Miomectomia: cirurgia para retirada do mioma, preservando o útero. Com ela, a anatomia do órgão é restabelecida e os sintomas diminuem. Indicada para mulheres que desejam preservar a fertilidade (mas nem sempre pode ser realizada);
  • Embolização: cirurgia minimamente invasiva feita por meio de um cateter introduzido na virilha e direcionado às artérias uterinas, responsáveis por nutrir o mioma. Dessa forma, injeta-se uma substância para bloquear a alimentação do tumor, melhorando as queixas e diminuindo os miomas. Indicado às pacientes que desejam manter a fertilidade, esse procedimento beneficia, principalmente, as mulheres que apresentam miomas intramurais sintomáticos.

LEIA TAMBÉM: Varizes na gravidez

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

Importante:

AS PACIENTES QUE NÃO APRESENTAM SINTOMAS NÃO POSSUEM INDICAÇÃO PARA NENHUM TIPO DE TRATAMENTO.

 

O cirurgião vascular Dr. Daniel Benitti, atende em Campinas, à Rua José Paulino, 2233 – Vila Itapura, e em São Paulo, à Rua Oscar Freire, 2250 – T9/T10.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.