como-fazer-yoga-em-casa-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

É possível fazer yoga em casa?

Dedique um tempo para si e cuide da sua saúde mente-corpo!

 

como-fazer-yoga-em-casa-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Estabelecer uma prática de Yoga em casa é uma ótima maneira de manter o corpo e a mente à vontade.

 

O ano de 2020 passou, mas todos nós continuamos estressados e preocupados. Trabalho, assuntos pessoais, preocupações de saúde, família e noites mal dormidas. Isso tudo soa familiar para você? A pandemia ainda deve durar este ano e, no momento, nada podemos fazer para acabar com ela. Mesmo com a vacinação liberada, ainda teremos de conviver neste ambiente estressante. Mas, se realmente queremos preservar a nossa saúde mental e física, precisamos fazer algo e iniciar um movimento de autocuidado. Que tal tentar fazer yoga em casa?

Yoga

Estabelecer uma prática de Yoga em casa é uma ótima maneira de manter o corpo e a mente à vontade. Sim, às vezes você pode testar a paciência e não conseguir tocar o chão durante a primeira ou 20ª sessão. Mas, a beleza disso é que se você persistir, terá um controle e harmonia melhor do seu corpo, que irá sentir menos os efeitos do estresse crônico.

“O Yoga e práticas de controle da respiração são usados há milhares de anos em diversas culturas para controlar o estresse, ansiedade, depressão, dor e muitas outras patologias. A prática de yoga pode contribuir para melhorar os sintomas de depressão e ansiedade, além de melhorar o Lipedema. Aumentar a quantidade total de tempo dedicado à prática de yoga provavelmente irá causar melhoras significativas do aumento do envolvimento positivo, revitalização e tranquilidade, bem como diminuição da exaustão física”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular especialista em Lipedema que atende em São Paulo, Campinas e a distância. 

LEIA TAMBÉM: Yoga: Por que começar a fazer, principalmente se você tiver Lipedema?

Foi demonstrado que o estresse afeta o corpo da cabeça aos pés. Além da rigidez muscular, pode estar na origem de dores crônicas, problemas respiratórios, cardiovasculares, estomacais, ansiedade e muito mais. As mulheres com Lipedema sentem piora da dor e inchaço, aumento dos hematomas e celulite.

De acordo com a American Psychological Association, uma das melhores coisas que você pode fazer para controlar o estresse é praticar exercícios regularmente. Se você não é muito ativa ou tem limitações de mobilidade, o Yoga é muito adaptável. Um equívoco comum é que você precisa ser super flexível para fazer isso. Não precisa. Você também não precisa de equipamentos sofisticados, um estúdio exclusivo ou roupas dedicadas. O que você precisa é de muita paciência, a capacidade de rir de si mesma de vez em quando e uma vontade de bloquear seu ego.

É natural querer acertar em cada pose de Yoga ou imitar os movimentos de instrutores ou influenciadores de mídia social. Lute contra esse desejo de fazer isso. Antes mesmo de subir no tatame, diga a si mesma: “minha prática é única como eu e isso é perfeitamente bom.”.

Lembre-se: forçar-se a fazer o que os outros estão fazendo pode causar frustração ou lesão.

“Parte disso é apenas saber o que o nosso corpo precisa e não forçar. Não podemos deixar o ego atrapalhar, porque, inevitavelmente, algo vai acontecer, podemos nos machucar ou ficar tão doloridos, que será difícil até se mexer no dia seguinte. Tudo no seu tempo e respeitando os limites do corpo”, alerta o Dr. Daniel Benitti.

Como começar a praticar yoga?

Acesse a internet e pesquise estilos diferentes antes de começar a prática em casa para descobrir como eles podem ajudar o seu corpo. Depois de entender melhor, você pode conferir as aulas virtuais oferecidas por estúdios ou grupos comunitários em sua área, aplicativos ou vídeos do YouTube.

Comece com sessões que foram desenvolvidas para iniciantes. E não tenha medo de experimentar vídeos de diferentes instrutores. Isso permitirá que você experimente uma variedade de estilos de ensino e encontre um, ou alguns, que a atraiam.

O principal nesse processo é ouvir o que o seu corpo precisa e não ir mais fundo do que o necessário.

O Yoga não envolve apenas posturas físicas. Aceitar atentamente e ser paciente com o progresso é um dos maiores benefícios de praticar regularmente.

Alguns de nós vive para a competição. Não é disso que se trata o yoga. A competição, mesmo que seja contra você, pode te machucar. 

Competição, mais esforço, mais rápido. Isso é totalmente o oposto do que é yoga. Yoga é estar no momento. Não competindo, não julgando, mas ouvindo o nosso corpo. É sobre desenvolver a prática de fazer o melhor que puder a cada dia sem se machucar. Alguns dias são equilibrados. Alguns dias não somos tão flexíveis. E, com essa aceitação primordial, aprendemos com nós mesmos. 

Não é necessário sair e comprar muitas coisas. Você pode ser criativa com o que tem em casa, desde que seja seguro. Por exemplo, se você não tem uma alça de ioga, pode usar um cinto, uma corda de pular ou um lenço longo. Não tem blocos? Você pode usar livros ou vasilhas de armazenamento resistentes. E, para uma sessão restauradora, você pode usar cobertores, colchas e travesseiros confortáveis. Basta escolher um lugar tranquilo em sua casa onde possa praticar e se concentrar em si mesma pelo tempo que precisar.

Você não precisa fazer uma sessão de fluxo de 30 ou 60 minutos todas as vezes. Você pode fazer algumas posturas de ioga e meditar, fazer alongamento e trabalhar a respiração ou meditar o tempo todo. O objetivo final é criar uma prática que sirva a você.

A base do alinhamento é que o seu corpo está empilhado em cima de tudo. Portanto, sua cabeça deve estar centrada em seus ombros. Seus ombros devem estar apoiados sobre os quadris. Seus quadris devem estar alinhados com os joelhos e os joelhos devem estar sobre os tornozelos.

Praticar poses no espelho permite ver seu alinhamento e ajustar-se de acordo. E, se você se sentir melhor com uma segunda opinião, participe de um bate-papo por vídeo com um iogue experiente ou uma professora de yoga em sua área para obter orientação e retorno adequados.

E lembre-se, se algo não estiver certo, pare. Leva tempo para aprender como fazer as poses mais avançadas. Tenha isso em mente para não se machucar. Se você está determinada a tentar uma pose desafiadora, procure modificações até saber que seu corpo está pronto para lidar com a versão avançada.

LEIA TAMBÉM: Uma nova Era para a medicina mente-corpo

LEIA TAMBÉM: Como evitar perder o controle quando tudo parece estar fora de controle?

LEIA TAMBÉM: Qual o melhor remédio para tratar ansiedade e depressão?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.