dicas-cuidados-fone-de-ouvido-audicao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Fone de ouvido: um ícone da pandemia que necessita de cuidados para não causar problemas

 

dicas-cuidados-fone-de-ouvido-audicao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
É muito importante conhecer os níveis de som seguros e quando fazer uma pausa com o uso dos fone de ouvido.(imagem home891.gr)

 

À medida que a nossa sociedade e a nossa cultura se tornam mais conectadas por meio da tecnologia, o uso de fone de ouvido tem aumentado, afinal, eles permitem que as pessoas curtam uma música e conversem de qualquer lugar a qualquer hora. Contudo, a facilidade do uso do fone de ouvido e a mobilidade que eles oferecem não podem ser exageradas. Isso é particularmente verdadeiro atualmente, uma vez que a sociedade passa mais tempo em reuniões virtuais e com fones durante a pandemia Covid-19. 

Apesar da conveniência dos fones de ouvido e da maior utilidade, é necessário saber sobre os níveis de som seguros e quando fazer uma pausa.

LEIA TAMBÉM: Uso excessivo do celular pode prejudicar a sua libido, visão e cérebro

LEIA TAMBÉM: Você não larga o celular e está com dores no pescoço, ombros e polegar?

Como o som causa perda de audição?

O som é um modo essencial de comunicação que também nos orienta para o ambiente. No entanto, o ouvido interno é muito sensível ao equilíbrio do som que percebe. Existem milhares de células nos ouvidos, algumas das quais têm pequenas estruturas semelhantes a cabelos, chamadas células ciliadas, que são responsáveis por transmitir o som dos ouvidos para o cérebro, onde é processado. O excesso de som pode causar danos permanentes a essas células, o que interrompe o mecanismo de transmissão do som. Os danos também podem ocorrer por meio da conexão entre as células ciliadas e as células nervosas, que podem ser interrompidas pelo excesso de som, mesmo que as células ciliadas permaneçam normais. Resumindo, uma coisa é certa: o som muito alto é prejudicial.

“Uma das coisas importantes a serem observadas ao considerar o uso de fones de ouvido é que os dispositivos pessoais de escuta são ajustados para um volume máximo de cerca de 105 a 110 dB. Para referência, a exposição a níveis de som acima de 85 dB (igual a um liquidificador) pode causar possíveis danos aos ouvidos com exposição de mais de duas horas, enquanto a exposição ao som de 105 a 110 dB pode causar danos em cinco minutos. O ouvido das crianças é ainda mais sensível. Por isso, é importante que o som seja agradável ou será prejudicial”, alerta o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo, em Campinas e, no momento, a distância.

Além do volume, a duração da exposição ao som é um fator importante que contribui para possíveis danos ao ouvido. Os sons mais altos têm potencial para mais danos com menos exposição. O uso de fones de ouvido com níveis de som apenas ligeiramente mais elevados pode causar danos em menos de uma hora, e é fácil imaginar ouvir música com fones de ouvido por uma hora ou mais.

É importante ressaltar que ouvir em um nível confortável deve ser seguro por um período ilimitado de tempo, embora seja essencial equilibrar a duração do uso com o volume da exposição.

Sugestões para ouvir com segurança

Nossos ouvidos podem ser danificados pelo excesso de som e a combinação do nível excessivo de som e da duração da exposição contribui para potenciais problemas de audição. Aqui estão algumas sugestões para hábitos auditivos saudáveis:

  • Esteja ciente de quanto tempo você está ouvindo e quão alto o som está.
  • Faça pausas após sessões de audição prolongadas e certifique-se de ouvir em um nível confortável.
  • Se você trabalha em um ambiente com muito barulho, leve tampões de ouvido ou fones de ouvido. Há uma gama de dispositivos disponíveis que oferecem proteção contra uma situação potencialmente prejudicial, desde simples fones de ouvido de espuma a fones de ouvido com propriedades de cancelamento de ruído e moldes de orelha personalizáveis feitos por um audiologista.
  • Finalmente, não hesite em falar com um fonoaudiólogo ou otorrinolaringologista sobre qualquer dúvida que você tenha sobre o uso de fones de ouvido ou níveis de som seguros. A saúde auditiva é importante e complexa, uma ajuda especializada irá auxiliar a tomar medidas para proteger seus ouvidos.

LEIA TAMBÉM: Coronavírus e as consequências do isolamento

LEIA TAMBÉM: Como lidar com as emoções neste período de pandemia?

LEIA TAMBÉM: Coronavírus: como saber quais atividades são seguras e quais são arriscadas?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.