infarto-jovens-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas (1)

Infarto em goleiro de 37 anos alerta: porque isto está acontecendo cada vez mais em pessoas novas?

Infarto em goleiro de 37 anos alerta: porque isto está acontecendo cada vez mais em pessoas novas?
5 (100%) 3 votes

 

infarto-jovens-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas (1)
O estilo de vida, estresse, sedentarismo, obesidade e má alimentação são razões pelas quais estamos vendo o aumento de infarto em jovens.

 

A incidência de infarto em pessoas com menos de 40 anos está aumentando. Nas últimas décadas, o envelhecimento foi estabelecido como um dos maiores fatores de risco para ataques cardíacos, afetando tipicamente homens com mais de 50 anos e mulheres com mais de 65 anos. Agora, pessoas na faixa dos 20, 30 e 40 anos são mais frequentemente vítimas dessa efemeridade cardiovascular.

Entenda o caso do goleiro Casillas.

“Existem algumas razões pelas quais estamos vendo o aumento dos infartos em jovens. O estilo de vida, estresse, sedentarismo, obesidade e má alimentação são exemplos disso. Mas, um dos maiores fatores de risco é a crescente incidência de diabetes tipo 2”, alerta o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas.

Há 20 anos não discutia-se sobre infarto em pessoas novas, contudo esta realidade está mudando. O estilo de vida vem se alterando ao longo das últimas décadas e prejudicando a saúde das pessoas. É muito estresse, comida pronta e pouca prevenção.

LEIA TAMBÉM: Má alimentação está relacionada à metade das mortes por infarto, derrame e diabetes

LEIA TAMBÉM: Gordura abdominal aumenta o risco de doença cardiovascular

O aumento do tempo nas redes sociais e na internet afetou drasticamente o quanto nos movimentamos. Inclusive os empregos são mais sedentários e exigem menos atividade física do que nas últimas décadas.

Esses maus hábitos já estão começando na primeira infância. Crianças não brincam mais ao ar livre. Além de não fazerem atividade física, estão ficando míopes. É preciso voltar a dar mais atenção à mudança de estilo de vida e aumento da atividade corporal.

“É muito importante mudar as coisas sobre as quais temos controle, como fazer exercícios, comer alimentos nutritivos, não fumar, controlar o estresse e a pressão sanguínea. Já os fatores genéticos, infelizmente são impossíveis de mudar no momento”, adverte o Dr. Daniel Benitti.

LEIA TAMBÉM: Caso de doença cardiovascular na família aumenta em 91% os riscos de enfermidades como infarto e AVC

A prevenção primária também inclui educação sobre os comportamentos que colocam em risco a saúde cardiovascular. Toda pessoa entre 20 e 39 anos, sem histórico familiar de doença cardiovascular, deve fazer um check-up vascular a cada 4 anos para manter a saúde em dia. Contudo, quem tem histórico na família, deve fazer anualmente.

O dramático aumento de adultos jovens com infarto é uma evidência de que o estilo de vida atual precisa mudar!

Alguns hábitos antigos devem ser retomados, como atividade, convívio social, alimentação caseira e descanso adequado. Precisamos ser agressivos em relação à modificação dos fatores de risco ou a taxa de infarto nos jovens continuará subindo!

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.