controle-tratamento-ansiedade-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Interagir e ajudar as pessoas melhora a ansiedade

Interagir e ajudar as pessoas melhora a ansiedade
5 (100%) 3 votes

 

controle-tratamento-ansiedade-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Gentileza gera gentileza. Melhorar a vida dos outros traz uma vida melhor para você também! (imagem: Freepik)

 

Para aqueles que lutam contra a ansiedade, apenas o pensamento de sair de casa e interagir com os outros representa uma causa de estresse. Porém, se você é assim, uma pesquisa recente mostra como assumir um papel ativo para derrotar a ansiedade. E, o segredo é: realizar atos de bondade.

“Fazer uma tentativa deliberada de iluminar o dia de outra pessoa com algo atencioso, agradável e carinhoso pode fazer você se sentir menos nervosa, pois vai tirar a sua mente de você mesma”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas.

Estudo

No estudo, os participantes foram divididos em três grupos de pessoas bem ansiosas: um no qual os participantes fizeram atos de bondade (três por dia, dois dias por semana, durante quatro semanas), outro que apenas conviveram com as pessoas e o terceiro que não fizeram nada.

Lembrando que atos de bondade são ações que beneficiam os outros ou que os fazem felizes, como, por exemplo, ajudar o vizinho a carregar as compras, auxiliar em uma creche ou doar para uma instituição de caridade.

Os pesquisadores descobriram que aqueles que realizaram atos de bondade experimentaram uma redução da ansiedade. As pessoas do primeiro grupo foram capazes de esperar reações positivas dos outros, o que diminuiu a necessidade de evitar interações sociais, devido ao medo de uma experiência negativa.

LEIA TAMBÉM: Estudos mostram que a gratidão melhora a saúde

LEIA TAMBÉM: Saiba como transformar um dia ruim em um dia bom

LEIA TAMBÉM: Como a música pode melhorar a sua saúde e o seu humor?

LEIA TAMBÉM: Ciência comprova: rir ajuda a saúde cardiovascular

Atos de bondade

“Os atos de bondade podem ajudar a contrabalançar as expectativas sociais negativas, fazendo com que as pessoas ansiosas criem percepções e expectativas mais positivas de seu ambiente de convivência. Isso é muito importante em tempos de mídias sociais e universo virtual, no qual as pessoas estão se isolando, o que gera ansiedade e depressão. O convívio social é fundamental para a saúde mental”, complementa o Dr. Daniel Benitti.

Também é importante salientar que passividade e preocupação pioram a ansiedade. Por isso, se você estiver em público e apenas ficar lá, você ficará mais ansiosa do que se estivesse fazendo alguma coisa. Quando você decide não fazer algo que deseja evitar, está se recompensando e, portanto, corre o risco de se envolver em um ciclo de evitação e isolamento social.

Por isso, preste atenção ao que está acontecendo ao seu redor. Se você não fizer isso, estará criando uma realidade falsa na sua cabeça que se tornará sua própria realidade.

Vamos agir?

Gentileza gera gentileza. Sabemos que a maioria das pessoas é boa e que todas vão passar por dificuldades um dia. Lembre-se sempre que você tem a capacidade de melhorar a vida dos outros e como benefício terá uma vida melhor também!

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.