lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Lipedema pode atrapalhar a vida sexual

Lipedema pode atrapalhar a vida sexual
5 (100%) 4 votes

 

lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
As mulheres com lipedema, apesar de se sentirem bonitas, não se sentem atraentes e isso pode afetar a vida sexual delas (imagem: freepik)

 

O lipedema pode afetar a auto imagem e atrapalhar a vida da mulher como um todo.

Ainda existe um tabu muito grande sobre sexualidade e dinheiro. As pessoas não conversam sobre isso. Mas, deveriam.

Muitas pessoas, quando fazem o imposto de renda, mostram tudo para o contador, mas não cogitam conversar sobre dinheiro com os filhos, por exemplo. O que está errado.

O mesmo ocorre sobre sexualidade. As pessoas têm medo e vergonha de falar sobre o assunto, porém, só podemos resolver alguns problemas, compartilhando experiências e conversando sobre isso.

“A sexualidade é um delicado equilíbrio entre emocional e físico: inclui todo o conhecimento sexual, pensamentos, valores, desejos, comportamentos e ensinamentos. A sexualidade é uma parte normal da vida. Porém, o modo como você se sente sobre si mesma e o seu nível de atratividade afetam sua experiência, à medida que você interage em nível sexual com outro ser humano. No caso das mulheres com lipedema, apesar de elas se sentirem bonitas, não se sentem atraentes e isso pode afetar a vida sexual delas”,  explica o Dr. Daniel Benitti, vascular especialista em lipedema, que atende em São Paulo e em Campinas.

Ao perceber o tamanho das pernas, a largura dos quadris, as celulites nas coxas e no bumbum e a flacidez da pele, a mulher com lipedema pode ter uma alteração da auto-imagem. É comum que a percepção das imperfeições corporais atrapalhe no desenvolvimento da intimidade ou início da relação sexual.

LEIA TAMBÉM: 11% das mulheres apresentam lipedema, mas não sabem

Além disso, à medida que envelhecemos, o corpo muda. Nós ganhamos peso, a pele e o tônus muscular mudam e algumas pessoas não se sentem mais confortáveis com o s seus corpos. Muitas temem, inclusive, que o(a) parceiro(a) não sinta mais atração, causando estresse, preocupação e impossibilitando uma vida sexual satisfatória.

Você já experimentou isso? Você é excessivamente autoconsciente do seu corpo?

Mulheres que são submetidas a tratamento de câncer de mama, por exemplo, têm um impacto negativo sobre a auto-imagem. O mesmo acontece com as mulheres com lipedema. Isso ocorre por que existe um padrão de beleza muito associado à magreza.

Nesses casos, o tratamento do lipedema ajuda muito na melhora da auto-imagem. O próprio diagnóstico, inclusive, já tira um peso e uma angústia enorme da pessoa. No entanto, o que mais ajuda na melhora da auto-imagem é o autoconhecimento. As pessoas precisam entender que corpos perfeitos não existem!

LEIA TAMBÉM: Como fazer o diagnóstico do lipedema?

LEIA TAMBÉM: Qual o melhor tratamento para o lipedema?

Olhe ao seu redor. As pessoas não são perfeitas. 

Então, fica a dica: utilize as roupas que você gosta. Não aceite padrões. Não se importe com que os outros pensam. Sinta-se confortável consigo mesma. E, ria. Não tem nada mais sexy que o sorriso de uma mulher.

Lembre-se que você é linda. Alguém gosta de você, ama, aceita suas curvas e imperfeições. Aceite-se, siga em frente e seja feliz!

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.