Mitos e verdades sobre as varizes

 

As varizes são veias dilatadas e tortuosas, frequentemente aparentes nas pernas e pés. Elas atingem 70% das pessoas com até 70 anos e, além de prejuízos estéticos, podem causar dor, desconforto e inchaço.

mitos-e-verdades-varizes
A predisposição familiar é a principal causa das varizes.

 

LEIA TAMBÉM: Pés podem dar sinais de obstrução nas artérias

LEIA TAMBÉM: O que causa inchaço nas pernas?

LEIA TAMBÉM: Secagem de vasinhos

LEIA TAMBÉM: Laser varizes

Segundo o cirurgião vascular Dr. Daniel Benitti, que atende em Campinas e em São Paulo, o principal fator para o surgimento das varizes é a predisposição familiar, ou seja, essa enfermidade caracteriza-se por ser passada de geração em geração. Além disso, as mulheres são mais afetadas, devido aos hormônios femininos que diminuem a força das paredes das veias, deixando os vasos mais fracos.

Por isso, SIM, reposição hormonal e métodos anticoncepcionais podem aumentar as chances de as varizes aparecerem antes da hora, pois o estrogênio, hormônio presente na pílula, além de enfraquecer a parede das veias, aumenta a capacidade de formação de coágulos no sangue.

O cigarro também é, SIM, outro aliado ao surgimento das varizes. “As substâncias tóxicas presentes no cigarro são vasodilatadoras. Mulheres fumantes e que fazem uso da pílula anticoncepcional devem ficar ainda mais atentas. Essa combinação tem alta contribuição para o aparecimento das indesejadas varizes e aumenta o risco de trombose”, alerta o Dr. Daniel Benitti.

LEIA TAMBÉM: Cuidado! Muitas doenças vasculares são silenciosas

LEIA TAMBÉM: Insuficiência Arterial Crônica

Por outro lado, diferentemente do que muitos imaginam, os vasinhos NÃO se tornam varizes, já que eles são capilares da pele que se dilatam superficialmente e as varizes dilatações das veias.

O Dr. Daniel Benitti também enfatiza que as pessoas que permanecem longos períodos em pé ou sentadas e que, além disso, colocam a perna para trás da cadeira, têm, SIM, uma chance maior de desenvolver varizes.

“Não permanecer longos períodos em pé e levantar a cada 1 ou 2 horas para movimentar os músculos é uma excelente atitude para ajudar a prevenir varizes. Fazer exercícios com as pernas, mesmo sentado, também ajuda”, aconselha. “Uma das dicas é levantar e abaixar os pés, como se estivesse acelerando um carro, por cinco vezes a cada meia hora”, complementa o cirurgião vascular.

Seguindo esse pensamento, nota-se que subir escadas, por exemplo, NÃO dá varizes. Muito pelo contrário, já que os exercícios aeróbicos são excelentes para a circulação sanguínea, auxiliando no retorno venoso. Ou seja, fuja do sedentarismo!

Para finalizar o texto, trazemos uma notícia não muito boa para as futuras mamães, pois a gravidez é SIM responsável pelo surgimento das varizes. Isso se deve, principalmente, aos fatores hormonais e ao aumento do fluxo de sangue.

Temos uma matéria especialmente dedicada a esse assunto. Leia mais em: “Varizes na gravidez”.

LEIA TAMBÉM: Diabetes gestacional

LEIA TAMBÉM: MPF/PE garante medicamento que previne trombose em grávidas

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.