O casamento pode te ajudar a sobreviver a um ataque cardíaco

 

casamento-beneficios-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-campinas
Para a maioria das pessoas, ter um companheiro ou uma companheira ao longo da vida é sinal de maior conforto e segurança. (imagem: Freepik)

 

Um relacionamento estável pode ser bom para a saúde, com benefícios que incluem a diminuição dos riscos de doenças cardiovasculares e aumento da sobrevida. Um recente estudo mostrou que pessoas em um casamento próspero têm 14% menos de chance de morrer por ataque cardíaco (infarto) que as solteiras. Além disso, quando ficam internadas, elas são liberadas mais cedo do hospital.

Para não deixar de surpreender, o mesmo estudo relatou que pessoas divorciadas têm uma chance de morrer 6% maior que as pessoas solteiras.

O estudo mais antigo do mundo, que continua sendo feito em Harvard, também apontou que as pessoas mais felizes após os 60 anos tiveram relacionamentos estáveis, considerados como bons por elas aos 40 anos.  Do mesmo modo, tiveram um maior sucesso profissional.

LEIA TAMBÉM: Sistema circulatório: riscos e cuidados após os 60 anos

LEIA TAMBÉM: Como proteger o coração do envelhecimento precoce

LEIA TAMBÉM: Obstrução da carótida por placas de gordura: uma das principais causas de AVC

LEIA TAMBÉM: 5 mitos e verdades sobre frequência cardíaca e pressão arterial

Qual o segredo?

Como diria Albert Einstein “Love is the answer” (“O amor é a resposta”).

Segundo o cirurgião vascular Dr. Daniel Benitti, que atende em Campinas e em São Paulo, além do amor, o relacionamento e o suporte que um parceiro fornece ao outro são o provável segredo deste resultado. “Não somente em um ataque cardíaco, mas em situações difíceis da vida, ter alguém ao nosso lado nos dá suporte, tanto físico, como emocional. Isso reduz a ansiedade e o stress, trazendo paz e cura”, afirma.

Para a maioria das pessoas, ter um companheiro ou uma companheira ao longo da vida é sinal de maior conforto e segurança, o que diminui a atividade de hormônios relacionados ao stress, como a adrenalina, que são maléficos para o coração e aumentam a pressão arterial.

“Por isso, lembre-se de cultivar o seu relacionamento. Não brigue por coisas bobas, respeite a pessoa que está ao seu lado e diga que a ama! Faça a sua parte, pois, a ‘vítima’ será você!”, alerta o Dr. Daniel Benitti.

Observação: Os estudos também mostram que manter amizades é benéfico para o coração. “Depois de ligar para a pessoa amada, entre em contato com os seus amigos. Mas, lembre-se: não mande mensagem pelo whatsapp, ligue!”, indica e finaliza o Dr. Benitti.

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

LEIA TAMBÉM: O que esperar de uma consulta vascular?

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.