O que é Trombose Venosa Cerebral?

O que é Trombose Venosa Cerebral?
5 (100%) 1 vote

 

Trombose-venosa-Cerebral-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sp-campinas
A trombose em uma veia cerebral pode causar aumento da pressão na cabeça, que pode gerar cefaleia e, em casos mais graves, danificar o tecido cerebral.

 

Trombose Venosa Cerebral é um coágulo de sangue que se forma em uma veia na cabeça, responsável por drenar o sangue do cérebro.

O cérebro recebe cerca de 25% do sangue que é bombeado pelo coração, por isso, quando ocorre uma trombose, o sangue pode acumular na veia e vazar para o tecido cerebral, causando hemorragia ou inchaço cerebral.

Quando detectada precocemente, a Trombose Venosa Cerebral pode ser tratada sem causar complicações potencialmente fatais.

Segundo o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas, hoje existem consensos internacionais que orientam para o diagnóstico e tratamento da Trombose Venosa Cerebral. “O ideal é que todos os médicos saibam fazer a suspeita clínica e diagnóstico para que o tratamento seja realizado o mais precoce possível”, indica.

LEIA TAMBÉM: Você tem algum familiar com trombose? Saiba que algumas causas da doença são hereditárias

LEIA TAMBÉM: Trombose é a principal causa de morte dentro dos hospitais

LEIA TAMBÉM: Entenda os abalos psicológicos causados pela trombose

Fatores de risco

A Trombose Venosa Cerebral não é comum, mas, assim como a trombose venosa profunda, apresenta alguns fatores de risco:

  • Anticoncepcional e reposição hormonal;
  • Desidratação;
  • Infecção de ouvido, face ou pescoço (principalmente em crianças);
  • Obesidade;
  • Câncer;
  • Trauma;
  • Trombofilias e doenças auto-imunes;

A trombose em uma veia cerebral pode causar aumento da pressão na cabeça, que pode gerar cefaleia e, em casos mais graves, danificar o tecido cerebral.

LEIA TAMBÉM: Melatonina ajuda a evitar enxaqueca?

Sintomas

Os sintomas variam dependendo da localização do trombo, mas os mais comuns são:

  • Dor de cabeça muito forte;
  • Visão embaçada;
  • Náusea;
  • Vômito;

Nos casos mais graves os sintomas podem ser parecidos com o de um derrame:

  • Comprometimento da fala;
  • Dormência em metade do corpo;
  • Fraqueza;
  • Sonolência;
  • Desmaio;

Caso seja feita a suspeita de uma Trombose Venosa Cerebral é obrigatório realizar um exame de imagem para verificar a circulação, sendo os melhores: Angiorressonância Nuclear Magnética e Angiotomografia, ambos com fase venosa.

Tratamento

Quando o diagnóstico é feito, o tratamento depende da gravidade da trombose. As recomendações se concentram em prevenir o crescimento e/ou dissolver  o coágulo de sangue no cérebro.

Hoje existem anticoagulantes, tanto injetáveis, como por boca que tratarão a trombose. Contudo, caso a pessoa apresente convulsão serão necessárias medicações anticonvulsivantes.

Em casos mais graves, internação em unidade de terapia intensiva (UTI) e cirurgia podem ser necessários.

Como toda doença rara, a melhor forma de tratar é com a divulgação da informação. Então, não deixe de compartilhar!

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.