O que você come pode afetar o seu humor?

Saiba como escolher alimentos com nutrientes que auxiliam e melhoram o seu humor.

 

alimentos-influenciam-o-humor-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular

 

Estamos há mais de um ano em pandemia e o que acreditávamos que seria passageiro deve durar ainda mais um ano. Não está fácil manter o humor e estamos vivendo uma mistura de ansiedade e depressão, que está difícil de sair e compreender. No entanto, o que você escolhe para comer pode fazer diferença no seu humor, pois certos alimentos e nutrientes ajudam o seu cérebro a produzir produtos químicos que podem afetar o seu humor, atenção e foco, enquanto outros alimentos podem esgotar a sua energia.

“A melhor refeição para melhorar o seu humor é aquela que combina carboidratos complexos com proteínas magras e produtos coloridos. Por exemplo, carboidratos complexos de alimentos como batata doce, aveia, feijão e quinoa podem aumentar a disponibilidade da substância química serotonina para o bem-estar no seu cérebro. Comer cereja à noite pode ajudar na qualidade do sono, por ser uma fonte rica em melatonina. O consumo de proteínas de alimentos como peixe, carne, frango, peru, tofu, feijão, ovos e iogurte sem açúcar foi associado a níveis mais elevados de dopamina e norepinefrina, que são substâncias químicas cerebrais que desempenham um papel no humor, motivação e concentração. Frutas e vegetais são ricos em vitaminas, minerais e antioxidantes que nutrem o corpo e também aumentam a felicidade”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo, Campinas e a distância.

LEIA TAMBÉM: Quer ser saudável e com bom humor?

Dieta Mediterrânea

dieta-mediterraneo-lipedema-dr-daniel-benitti-medico-cirurgiao-vascular

A dieta mediterrânea ganhou atenção significativa para diminuir os sintomas de depressão, com os principais componentes sendo o aumento da ingestão de vegetais, frutas, peixes ricos em ômega-3, nozes, legumes e azeite de oliva. Consumir uma dieta baseada em alimentos integrais não refinados com proteína suficiente, gordura saudável e fibras também ajuda a manter o açúcar no sangue estável após as refeições, o que tem sido relacionado a melhorias no humor e na ansiedade.

Com o tempo, comer alimentos sem muitos nutrientes pode levar a deficiências nutricionais. Nutrientes importantes para um humor saudável incluem:

  • Folatos.
  • Ferro.
  • Ácidos graxos ômega-3 de cadeia longa (EPA e DHA).
  • Magnésio.
  • Potássio.
  • Selênio.
  • Tiamina.
  • Vitamina A.
  • Vitamina B6.
  • Vitamina B12.
  • Vitamina C.
  • Zinco.

O que comer e o que evitar?

Exemplos de refeições que combinam proteínas, gorduras, fibras, produtos coloridos, nutrientes de apoio ao humor e carboidratos integrais incluem:

  • Quiche de ovo com crosta de quinoa, mix de azeitona e tomate marinado em balsâmico.
  • Salada de quinoa com frango, uvas e amêndoas.
  • Salada de salmão com tomate seco e corações de alcachofra em um envoltório de arroz integral.
  • Feijão mediterrâneo e sopa vegetariana com pesto de hortelã.
  • Frango ao coco com arroz roxo e couve refogada.
  • Bife com ervas, batata-doce com ervas e brócolis assado.

LEIA TAMBÉM: 7 receitas para aproveitar a dieta do mediterrâneo

LEIA TAMBÉM: 7 alimentos que você deveria comer diariamente

Enquanto isso, evite alimentos que possam deixá-la com uma sensação de esgotamento mental. Alguns alimentos com baixo valor nutricional podem dar um rápido aumento de energia, mas deixar você com pouca energia e humor no futuro. 

Esses alimentos incluem:

  • Alimentos à base de farinha, como pães, biscoitos e assados.
  • Bebidas e lanches adoçados com açúcar, como refrigerantes e biscoitos.

Se você for fazer mudanças em sua dieta, seja paciente. Pode levar de duas a três semanas para ver uma melhora no seu humor e no seu corpo.

LEIA TAMBÉM: 3 tipos de alimentos que você deve evitar e por quê

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.