Pernas gordas ou com muita celulite? Você pode ter lipedema!

Pernas gordas ou com muita celulite? Você pode ter lipedema!
5 (100%) 9 votes

 

pernas-gordas-celulite-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sp-campinas
Estima-se que 11% das mulheres têm lipedema. No entanto, é uma doença subdiagnosticada e pouco investigada, apesar de causar um impacto psicológico imenso. (imagem: melarossa)

 

O lipedema é um distúrbio crônico que acomete mulheres durante a puberdade, gestação, menopausa ou em alguma situação de muito estresse. Caracteriza-se pelo aumento simétrico do tecido gorduroso nas pernas, também podendo acometer os braços, é doloroso ao toque, mas poupa mãos, pés e tronco.

As queixas mais comuns das mulheres com lipedema são:

  • Pernas gordas;

  • Muita celulite;

  • Hematomas com facilidade;

  • Inchaços nas pernas;

Segundo o Dr. Daniel Benitti, especialista em lipedema, essa enfermidade é bastante comum. “Estima-se que 11% das mulheres têm lipedema. No entanto, é uma doença subdiagnosticada e pouco investigada, apesar de causar um impacto psicológico imenso. Muitas pacientes se sentem rejeitadas pelos médicos, escutam que é normal, que é de família ou que estão obesas”, informa.

Isso acontece por que muitos médicos desconhecem o que é lipedema e muitas mulheres ficam sem diagnóstico e possibilidade de tratamento! Infelizmente, a maioria das pacientes é diagnosticada com obesidade ou linfedema.

LEIA TAMBÉM: Celulite e lipedema: como melhorar os sintomas e a aparência da pele

LEIA TAMBÉM: Você sabia que a cavalinha melhora as celulites e o lipedema?

É importante ressaltar que metade das pacientes com lipedema estão com o peso normal e insatisfeitas com o corpo.

tipos-de-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sp-campinas
Tipos de Lipedema segundo a localização da gordura no corpo.

Ao contrário da obesidade, a gordura do lipedema não melhora com dieta e atividade física e, por isso, muitas mulheres ficam desacreditadas com o tratamento.

Alerta

Caso você tenha ou conheça alguém com os sintomas acima, o ideal é passar por consulta com um médico que tenha experiência no assunto para uma avaliação. Não há motivos para ter vergonha, quanto mais cedo é realizado o diagnóstico, mais fácil é o tratamento e menor é o impacto emocional que a doença causa.

Tratamento

Para o tratamento do lipedema é fundamental manter um controle de peso adequado, afinal, qualquer ganho acumulará mais gordura nas pernas. Além disso, a dieta mediterrânea e a cetogênica auxiliam bastante nesse processo.

LEIA TAMBÉM: Qual a melhor dieta para o lipedema?

Hoje existem medicações e cremes que auxiliam na melhora dos sintomas e remodelamento das pernas.

Para casos mais avançados, pode ser realizada a lipossucção tumescente com um cirurgião habilitado para esta técnica para não correr riscos de lesão do sistema linfático.

“As mulheres com lipedema, quando tratadas, melhoram e ficam muito satisfeitas consigo mesmas. Elas possuem algumas características em comum que são muito positivas: pouca gordura visceral, baixo risco de diabetes, dislipidemia e hipertensão (mesmo quando estão acima do peso), pele macia e sedosa, além de um rosto jovem e bonito”, complementa o Dr. Daniel Benitti.

Quem não tem lipedema, certamente conhece alguém que tenha. Ajude-nos a divulgar esta informação, pois essa é a única maneira destas mulheres conseguirem um tratamento adequado!

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

LEIA TAMBÉM: O que esperar de uma consulta vascular?

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.