Devemos reabrir as academias? Saiba o que um novo estudo recomenda!

Devemos reabrir as academias? Saiba o que um novo estudo recomenda!
5 (100%) 4 votes

 

reabertura-academias-pandemia-covid-19-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A atividade física melhora o sistema imunológico e a saúde mental, além de manter o peso adequado. (imagem metrópoles)

 

Já passamos dos 100 dias de quarentena. A saúde mental da população está piorando. Muitos ganharam peso e não conseguem controlar as emoções e estão desesperados para voltar a fazer atividade física.

LEIA TAMBÉM: Coronavírus e as consequências do isolamento

A maioria dos países fechou as academias, clubes e parques durante a pandemia da Covid-19. Isso pode ter consequências negativas para a saúde e o bem-estar das pessoas. A justificativa do fechamento seria diminuir o risco de transmissão do coronavírus. No entanto, a maioria das decisões do governo está sendo feita sem embasamento e a culpa está sempre sendo jogada para a população, que não estaria colaborando.

Embora o aumento do distanciamento social entre os indivíduos possa envolver pouca perturbação na vida cotidiana, o fechamento de escolas, atividades recreativas e locais de trabalho têm consequências potencialmente grandes para a educação, a saúde e o bem-estar e a economia pessoal e social. Assim, é importante testar adequadamente as medidas de distanciamento social, para obter conhecimento sobre as consequências negativas e o impacto na prevenção da propagação do vírus. Devido à incerteza de contagiosidade, imunidade, morbidade e mortalidade da Covid-19, não está claro como retomar as atividades sem arriscar o aumento da propagação da doença.

“O treinamento e o exercício são importantes para a saúde e o bem-estar da população. Muitos necessitam de parques, clubes e academias para se exercitarem. Pesquisas mostram que a atividade física melhora o sistema imunológico e a saúde mental, além de manter o peso adequado. Isso tudo é muito importante em um momento como estamos vivendo, no qual o consumo de ansiolíticos e bebidas alcoólicas aumentou muito e o impacto disso no futuro é incerto. É importante restringir o fechamento desnecessário para evitar desvantagens sociais da epidemia e efeitos negativos na saúde e no bem-estar da população”, alerta o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas.

LEIA TAMBÉM: Exercício regular pode prevenir SDRA: uma das principais causas de morte por Covid-19

LEIA TAMBÉM: Por que tomar cuidado com o consumo de álcool no período de quarentena?

LEIA TAMBÉM: Atividade física protege o coração e diminui o risco de depressão

Estudo

academia-covid-19-coronavirus-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Para reabrirem, as academias precisam seguir algumas medidas de segurança. (imagem gettyimages)

Um recente estudo realizado na Noruega mostrou que as atividades na academia, respeitando o distanciamento social, restringindo a entrada de pessoas e tomando as medidas de higiene necessárias, não aumentaram o risco de contaminação do coronavírus.

No estudo foram incluídas 3.764 pessoas. Metade foi para academia e a outra metade não.

O número de pessoas que contraíram o coronavírus foi igual nos dois grupos!

As seguintes medidas de segurança foram implementadas em todas as academias durante o período de teste:

  • Evitar o aperto de mão e outro contato corporal;
  • Manter distância de 1 metro entre indivíduos o tempo todo;
  • Manter distância de 2 metros para atividades de alta intensidade, como spinning e aulas de ginástica;
  • Fornecimento de desinfetantes em todas as estações de trabalho;
  • Requisitos de limpeza de todos os equipamentos após cada uso pelo membro;
  • Limpeza regular das instalações pelo pessoal;
  • Controle de acesso na entrada para garantir medidas de distância e evitar lotação.

Os vestiários estavam abertos, mas os chuveiros e saunas continuavam fechados. Os funcionários estavam presentes durante todo o horário de funcionamento e as tampas das latas de lixo foram removidas. Além disso, todos foram aconselhados a evitar tocar nos olhos, nariz e boca e, os indivíduos que tivessem algum sintoma relacionado à Covid-19, a ficarem em casa.

LEIA TAMBÉM: Assim que as academias reabrirem, o que fazer?

“Vemos essas mesmas medidas serem adotadas nos supermercados e não temos um número maior de casos nas pessoas destes estabelecimentos. O motivo é simples, as pessoas se cuidaram. Tomando as medidas de segurança podemos voltar a retomar as atividades aos poucos”, indica o Dr. Daniel Benitti.

As decisões precisam ser tomadas com base em evidências. Este estudo demonstrou que com as medidas de segurança é possível retornarmos algumas atividades.

Após o estudo, a Noruega decidiu reabrir todas as academias com as mesmas restrições utilizadas na pesquisa.

As atividades físicas e o contato com a natureza fazem muito bem para a saúde das pessoas. Precisamos nos organizar mais e parar de colocar a culpa nos outros.

Juntos iremos superar este momento difícil!

LEIA TAMBÉM: Coronavírus: como saber quais atividades são seguras e quais são arriscadas?

LEIA TAMBÉM: Como lidar com as emoções neste período de pandemia?

LEIA TAMBÉM: Crises de pânico e ansiedade? Conheça as diferenças e como melhorar!

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.