exercicio-fisico-mulher-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Se exercitando com Lipedema

 

exercicio-fisico-mulher-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A dor, o inchaço, o cansaço e os hematomas comuns na mulher com lipedema atrapalham na prática de exercícios físicos. (imagem static.independent)

 

Atividade física é um tópico que assusta as mulheres com Lipedema. Mas, não é porque elas não gostam de fazer exercícios, e sim pela dor, inchaço, cansaço e hematomas associados que acompanham a maioria das tentativas de rotinas de exercícios tradicionais que as impedem de tentar praticá-los.

O que precisamos saber e compreender é que o corpo da mulher com Lipedema é diferente. A distribuição da gordura nos quadris, coxas, pernas e braços cria problemas de equilíbrio, marcha e mobilidade, que podem levar a quedas, entorses e situações incomuns de hematomas.

Nos estágios mais avançados da doença, pode ser uma luta simplesmente andar, muito menos considerar uma rotina de exercícios. Além disso, a pouca massa muscular e pressão arterial mais baixa causam fadiga e intolerância a certos tipos de atividades.

Antes de iniciar um regime específico de exercícios, as pessoas devem desenvolver um núcleo muscular forte, onde as costas, quadris, pélvis e abdômen trabalhem juntos para fornecer estabilidade e equilíbrio a todo o seu sistema. Isso não significa barriga tanquinho, mas construir força suficiente no meio do corpo, onde caminhar e as tarefas diárias são mais seguras e fáceis, sem mencionar que melhora a postura.

“Gosto de recomendar o uso de roupas de compressão durante os exercícios, pois elas ajudam na circulação sanguínea e no fluxo linfático, além de manter o corpo em uma temperatura um pouco maior, facilitando a contração muscular. Uma vez que o sistema linfático não tem uma bomba, como seu sistema circulatório (o coração), é importante mover os músculos para gerar uma ação de “compressão” que mantém o fluido linfático saindo das áreas danificadas. A compressão extra ajudará a evitar que as áreas afetadas inchem e proporcionará uma ação de massagem semelhante a uma bomba linfática”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular especialista em lipedema, que atende em São Paulo, Campinas e, no momento, online. 

LEIA TAMBÉM: Magra com pernas gordas? Você deve ter Lipedema!

LEIA TAMBÉM: Qual o melhor tratamento para Lipedema?

Exercícios na água

exercicio-fisico-na-agua-mulher-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A pressão hidrostática da água aumenta a circulação e ajuda a reduzir o inchaço. (imagem i.pinimg)

Praticar exercícios em uma piscina ou na água na altura do peito faz muito sentido fisiológico, pois os movimentos são de baixo impacto, impedindo travamento ou torção que possam danificar as partes do corpo afetadas do Lipedema, especialmente os joelhos.

A pressão hidrostática da água proporciona grande resistência a qualquer movimento e atua como uma compressão natural da parte inferior do corpo. Essa pressão aumenta a circulação e ajuda a reduzir o inchaço. É como receber uma massagem contínua!

Muitas mulheres se sentem mais tonificadas e revigoradas ao se exercitarem na água. Algumas relatam uma redução no tamanho de suas áreas de lipedema ao se exercitarem regularmente na água. Além disso, as temperaturas da água mais frias são melhores para o seu sistema do que a água mais quente, o que pode facilitar inchaço ou edema desnecessários.

Utilizar acessórios especializados para água podem potencializar os exercícios.

Caminhar

exercicio-fisico-caminhada-mulher-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A caminhada simples é um excelente exercício para a mulher com lipedema, pois é de baixo impacto.(imagem newshub)

Esta é a primeira e mais simples atividade física para o ser humano.

A caminhada simples é um excelente meio de exercício de baixo impacto. Para isso, certifique-se de usar roupas de compressão para um suporte extra e encontre um tênis confortável que forneça suporte adequado para os pés, pernas, joelhos e costas.

Comece devagar e aumente a sua resistência. Lembre-se de recuar se a caminhada causar dor ou inchaço. Algumas pessoas com Lipedema podem conseguir caminhar uma maratona, enquanto outras mal conseguem andar pela casa. Tudo bem. Não force e respeite o seu corpo.

Não gosta de andar sozinha? Este é um ótimo exercício para compartilhar. Encontre uma pista de parque, caminhe por uma trilha, caminhe ao longo de uma praia, use uma pista, caminhe no shopping ou na feira local ou simplesmente caminhe ao redor do seu quarteirão. Onde quer que o seu prazer de caminhar a leve.

Ande o máximo que puder com segurança, mesmo que seja duas vezes ao redor da casa. Mover-se é a chave para manter os músculos trabalhando e bombeando sangue e linfa pelo corpo!

Pilates e Yoga

exercicio-fisico-yoga-mulher-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Exercícios de pilates e yoga podem ajudar a tonificar e fortalecer o corpo, além de acalmar a mente. (imagem i.ytimg)

Os programas de exercícios de Pilates e Yoga são movimentos mente-corpo de baixo impacto que podem ajudar a tonificar e fortalecer o corpo, além de acalmar a mente. Eles tratam de mudar a maneira como o seu corpo se sente, parece e funciona, além de aumentar a força, ajudando a tonificar as áreas corporais problemáticas. Você só precisa de um tapete com a opção de compra de equipamentos adicionais para movimentos avançados.

Uma vez que Pilates e Yoga não se referem à queima de calorias, a maioria das pessoas com Lipedema pode realizar movimentos sem impacto que funcionam nas áreas afetadas pela doença.

Você se beneficiará com o fortalecimento do núcleo, criando uma boa postura, consciência corporal, flexibilidade e agilidade adicionais e movimentos graciosos.

LEIA TAMBÉM: Yoga: por que começar a fazer, principalmente se você tem Lipedema?

Plataforma vibratória

exercicio-fisico-plataforma-vibratoria-mulher-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A plataforma vibratória proporciona muitos benefícios para a mulher com lipedema. (imagem thegoodestate)

Foi demonstrado que os exercícios de vibração de corpo inteiro ajudam as mulheres que sofrem de lipedema, linfedema ou lipo-linfedema. Existem muitos benefícios associados ao uso de uma plataforma vibratória, dependendo dos seus objetivos de saúde. Os benefícios podem incluir:

  • Aumento do fluxo linfático e drenagem;
  • Redução dos depósitos de gordura (e peso geral);
  • Redução da inflamação e da fibrose;
  • Aumento da força muscular;
  • Aumento da circulação;
  • Aumento do metabolismo;
  • Melhora da flexibilidade;
  • Redução do estresse articular.

Existem alguns tipos de plataformas vibratórias. Confirme com o seu médico qual a melhor para você.

LEIA TAMBÉM: Plataforma vibratória melhora a celulite e o Lipedema

Faixa elástica

exercicio-fisico-faixas-elasticas-mulher-lipedema-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Os exercícios com faixas elásticas permitem a prática de exercícios eficientes em casa. (imagem mlstatic)

Subestimados e subutilizados, os exercícios de banda de resistência ou faixa elástica podem ajudá-la a construir músculos, melhorar a flexibilidade, permitir que você treine duro em casa e melhore os seus treinos.

As faixas de resistência são uma excelente opção para utilizar em casa, seja você uma “rata de academia” ou uma neófita de treinamento de força.

Por permitirem se exercitar onde quer que você esteja e fazer uma variedade de exercícios sem precisar de muito equipamento e usá-las independentemente do seu nível de condicionamento físico, as bandas de resistência são um ótimo equipamento para usar em casa.

As faixas de resistência variam de bandas simples de terapia plana a bandas de loop plano e tubos elásticos com alças intercambiáveis que as tornam mais amigáveis ao usuário.

Escolha um conjunto de faixas com diferentes resistências (níveis de tensão). Geralmente, as bandas são codificadas por cores, de modo que a tensão aumenta à medida que as cores ficam mais escuras. Quanto maior a força necessária para um exercício, maior a resistência que você precisará da banda. Por exemplo, você precisará de mais tensão para uma pressão no peito do que uma curva do bíceps, mas não adicione muita resistência ou você não terá uma amplitude de movimento suave.

LEIA TAMBÉM: Qual a melhor lipoaspiração para a paciente com lipedema?

LEIA TAMBÉM: Lipedema: 5 alimentos que inflamam e devem ser evitados

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.