alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Três tipos de alimentos que você deve evitar e por quê

Três tipos de alimentos que você deve evitar e por quê
5 (100%) 3 votes

 

alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Alguns alimentos contêm substâncias que contribuem ativamente para a inflamação. (imagem freepik)

 

A ciência já provou: você é o que você come!

Como vimos no post anterior, existem alimentos com propriedades anti-inflamatórias que podem reduzir a dor e sintomas das inflamações crônicas, como lipedema, artrite e fibromialgia. No entanto, existem alguns alimentos que contêm substâncias que contribuem ativamente para a inflamação.  Por isso, é importante você saber quais são, para poder restringir as suas escolhas.

LEIA TAMBÉM: Pernas gordas ou com muita celulite? Você pode ter lipedema!

LEIA TAMBÉM: Lipedema não é obesidade e acomete 11% das mulheres

LEIA TAMBÉM: Cavalinha melhora as celulites e o lipedema

Alimentos

Os tipos de alimentos a serem evitados são aqueles que incluem:

refrigerante-alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Os açúcares presentes nos refrigerantes são os mais propensos a piorar as condições inflamatórias. (imagem freepik)
  1. Açúcar

Os açúcares processados podem levar à liberação de citocinas, que atuam como mensageiros inflamatórios no corpo. Os açúcares que os fabricantes adicionam às bebidas, como refrigerantes, chás doces, cafés com sabor e alguns sucos são os mais propensos a piorar as condições inflamatórias.

carne-vermelha-alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Alimentos ricos em gordura saturada, como a carne vermelha, podem causar inflamação no tecido adiposo. (imagem freepik)
  1. Gordura saturada

Alimentos ricos em gordura saturada, como pizza e carne vermelha, podem causar inflamação no tecido adiposo. Além de contribuir para o risco de desenvolver obesidade, doenças cardíacas e outras condições, pode piorar a inflamação.

batata-frita-alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

  1. Carboidratos refinados

Os carboidratos refinados, como pão branco, arroz branco e batatas fritas alimentam a produção de oxidantes avançados da extremidade de glicação (AGE), que podem estimular a inflamação no corpo.

LEIA TAMBÉM: 7 dicas para melhorar o sistema linfático, importante para a imunidade

LEIA TAMBÉM: Você sabia? Dieta rica em fibras pode te proteger de diversas doenças

Muitas pessoas afirmam que certos tipos de alimentos podem piorar a inflamação, mas nem sempre há evidências científicas para apoiar essas teorias.

Mitos

Vamos esclarecer três mitos comuns:

frutas-citricas-alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
As frutas cítricas têm benefícios anti-inflamatórios, além de serem ricas em vitamina C e antioxidantes. (imagem freepik)
  1. Frutas cítricas causam inflamação

Algumas pessoas acreditam que devem evitar frutas cítricas, pois a acidez é inflamatória. No entanto, elas têm benefícios anti-inflamatórios, além de serem ricas em vitamina C e antioxidantes.

laticinios-leite-queijo-alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Procure leites e derivados com baixa caseína, já que ela que causa inflamação. (imagem freepik)
  1. Evitar laticínios ajuda na inflamação

Há também alegações de que evitar laticínios pode ajudar na inflamação. Embora leite, queijo e outros produtos lácteos possam ser problemáticos para algumas pessoas, esses alimentos podem ter efeitos anti-inflamatórios em outras. A principal dica é procurar por leites e derivados com baixa caseína, já que ela que causa inflamação, apesar de a lactose ter ficado com a fama de vilã.

Hoje existem no mercado leites A2A2 que apresentam pouca caseína.

Fazer um teste mudando o tipo de leite consumido ou cortando o leite e derivados pode ajudar as pessoas a determinar se os sintomas melhoram ou pioram com a ingestão de laticínios. Esse teste é muito mais barato que os exames disponíveis no mercado.

legumes-alimentos-para-evitar-inflamacao-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A adição de legumes à dieta pode trazer muitos benefícios para a saúde. (imagem freepik)
  1. Legumes causam inflamação

Tomate, batata, berinjela e pimentão, todos contêm a solanina, que alguns culpam pela inflamação. Porém, não há evidências científicas para isso.

A adição desses vegetais nutritivos à dieta pode trazer muitos benefícios para a saúde. Portanto, não tire-os da alimentação.

Conclusão

Alguns alimentos possuem ação anti-inflamatória, eles fazem isso fornecendo nutrição e aumentando a função óssea, muscular e do sistema imunológico. Além disso, as pessoas também podem se beneficiar evitando ou restringindo alimentos que contribuem para a inflamação.

Da mesma forma, estar acima do peso exerce pressão extra sobre as articulações, o que pode piorar a dor e os sintomas da inflamação no corpo.

Então, seguir uma dieta equilibrada, rica em plantas, fibras e gorduras anti-inflamatórias, como as que a Mediterrânea inclui, pode te ajudar a ter uma vida mais saudável e sem dor.

LEIA TAMBÉM: 7 receitas para você aproveitar a dieta do mediterrâneo

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.