Vai viajar, mas sempre passa mal?

Vai viajar, mas sempre passa mal?
5 (100%) 2 votes

Confira essas dicas para prevenir e tratar os enjoos e vômitos em viagens

 

nausea-enjoo-mal-estar-viagem-cinetose-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
As pessoas que têm enjoo em viagens normalmente possuem um membro da família com o mesmo problema.

 

O mês de dezembro chegou e você já aprendeu como prevenir trombose e síndrome do viajante no nosso blog (se não viu, leia aqui). Mas, você é daquelas pessoas que só de entrar no carro ou pegar uma turbulência no voo, se sentem nauseados ou vomitam?

Cinetose

“A cinetose é uma perturbação comum do sistema de equilíbrio, que inclui (mas não se limita) ao ouvido interno. Ela é caracterizada pela náusea, suor e tontura que algumas pessoas experimentam quando viajam, pois o sistema de equilíbrio é estimulado de forma inesperada”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas.

O cérebro percebe o movimento por meio de sinais sensoriais enviados pelos ouvidos, olhos, músculos e articulações. Quando há uma desconexão entre o que o ouvido interno está dizendo, o que os olhos vêem e como você está se movendo, o cérebro pode não saber como processar todos estes sinais.

Há, provavelmente, um componente genético para a cinetose. As pessoas que têm enjoo normalmente possuem um membro da família com o mesmo problema.

LEIA TAMBÉM: Vai viajar nessas férias? Confira alguns cuidados essenciais para a saúde

LEIA TAMBÉM: Vale a pena usar meia elástica no avião quando for viajar?

Dicas

Apesar de a cinetose poder ocorrer em qualquer tipo de viagem: barco, avião, trem, ônibus ou carro, confira abaixo algumas dicas que podem ajudar a diminuir as chances de mal estar.

  • Escolha o seu lugar com sabedoria. O pior lugar no carro para quem tem cinetose é o banco de trás. “O banco dianteiro do carro, os carros dianteiros do trem, o andar superior do navio ou os assentos da asa do avião proporcionam uma menor variedade de movimento e, por isso, causam menos desconforto”, informa o Dr. Daniel Benitti. Além disso, se possível, incline a cabeça contra o encosto para minimizar os movimentos e levante-se ao sentir enjoo.
  • Evite distrações. A cinetose pode ser agravada pela leitura, uso de smartphone ou por estar em uma estrada com vento lateral. Tente olhar para um ponto fixo longe, pois isso pode ajudar.
  • Coma os alimentos certos antes e durante a viagem. Nas horas antecedentes, evite álcool e alimentos gordurosos, beba muita água e descanse bastante. Durante a viagem, coma bolachas secas e evite fumaça de cigarro.

Medicamentos

Existem diversas medicações que podem ser utilizadas para prevenir e tratar a cinetose. O ideal é passar por uma consulta para checar qual é mais apropriada para você ou para os seus filhos.

Também existem bandas e pulseiras que baseiam-se em pontos de acupuntura ou acupressão e podem ser úteis.

Caso a pessoa tenha cinetose que se iniciou após os 20 anos ou apresenta enxaquecas associadas, é obrigatório passar por avaliação médica.

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.