comer-todo-dia-a-mesma-coisa-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-lipedema

Você come praticamente todos os dias a mesma coisa?

Saiba os benefícios de variar mais o cardápio, principalmente se você tem Lipedema.

 

comer-todo-dia-a-mesma-coisa-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-lipedema
A falta de variedade alimentar pode ser a causa da sua inflamação e o motivo pelo qual você não consegue emagrecer.

 

Você gosta muito de um alimento ou determinado prato e, por isso, come ele praticamente todos os dias? A sua lista de compra semanal é sempre igual? Você come frango com salada todos os dias e está tendo dificuldade para emagrecer, mas não entende o motivo de continuar inflamada e não estar emagrecendo? A falta de variedade alimentar pode ser a causa disso!

“Adicionar mais alimentos na rotina de refeições ajuda a evitar o esgotamento da dieta. Tenho visto isso acontecer nas mulheres com Lipedema que tem dificuldade para emagrecer e melhorar a inflamação. Quando solicito o exame de intolerância alimentar, sempre aparece uma intolerância a algum alimento que a pessoa gosta muito e come praticamente todos os dias. Provavelmente, a intolerância é causada por um excesso de estímulo do alimento que é ingerido diariamente. Por isso, variar o cardápio faz a rotina ser mais estimulante, diminui o risco de um alimento causar intolerância e pode oferecer benefícios nutricionais impressionantes”, indica o Dr. Daniel Benitti, médico cirurgião vascular especialista em Lipedema que atende em São Paulo, Campinas e a distância. 

LEIA TAMBÉM: Lipedema: 5 alimentos que inflamam e devem ser evitados

Tirar algo que a pessoa gosta não é fácil, principalmente pelo motivo de comer algo que gostamos ser prazeroso. Por isso, a variedade alimentar é fundamental!

Abaixo listamos 4 motivos que vão te ajudar a decidir em variar o cardápio:

1.Você obterá mais nutrientes

comida-colorida-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular

Você pode deixar de consumir alguns nutrientes que diferentes alimentos fornecem se você comer os mesmos alimentos todos os dias. Por exemplo, o caju e o pinhão são uma boa fonte de magnésio, mas se você também não comer sementes de girassol e avelãs ocasionalmente, pode estar ingerindo pouca vitamina E.

A mesma regra se aplica à cor dos alimentos. Cada cor do arco-íris traz benefícios nutricionais únicos, essenciais para uma saúde ideal. Por exemplo, vegetais e frutas verdes fornecem muitos fitonutrientes à base de plantas, como a clorofila, mas você pode não ter os fitonutrientes dos alimentos vegetais vermelhos, laranja, amarelos e azuis / roxos.

Recomenda-se preencher o prato com uma variedade de frutas, vegetais, grãos, laticínios e proteínas magras. Certifique-se de preencher metade do seu prato com frutas e vegetais e, em seguida, adicione grãos inteiros e proteínas.

Tente adicionar novas variações de cores na sua dieta, como couve-flor roxa, aspargos brancos, batata-doce e cenouras com as cores do arco-íris. Se você não souber por onde começar, consulte uma nutricionista.

LEIA TAMBÉM: 7 alimentos que você deveria comer diariamente

2.Você pode viver mais

alimentacao-para-viver-mais-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular

Comer uma dieta nutritiva com muita variedade alimentar pode diminuir o risco de mortalidade. Um estudo realizado com mais de 59.000 mulheres descobriu que aquelas que alternavam de 16 a 17 alimentos saudáveis na dieta tiveram mortalidade 42% menor por todas as causas de morte do que aquelas que comeram de zero a oito alimentos saudáveis.

Os pesquisadores concluíram que a variedade nutritiva era tão importante quanto limitar os alimentos não saudáveis. Portanto, em vez de se concentrar apenas na limitação de alimentos inflamatórios, certifique-se de aumentar a variedade de nutrientes em sua dieta com muitos vegetais, frutas, nozes e sementes, gorduras saudáveis e proteínas magras.

LEIA TAMBÉM: Dicas alimentares que diminuem a inflamação

3.Você reduzirá o risco de síndrome metabólica

sindrome-metabolica-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular

Em um estudo, os pesquisadores compararam dois grupos de homens e mulheres, com idades entre 40 e 69. O primeiro grupo incorporou uma variedade alimentar na dieta (como peixes, frutos do mar, vegetais, algas, frutas, nozes, etc.). O segundo comeu uma dieta limitada com pouca variedade. O estudo descobriu que aqueles com mais variedade na dieta tinham risco 24% menor de desenvolver síndrome metabólica. Essa síndrome, envolvendo obesidade abdominal, baixo colesterol HDL e altos níveis de glicose em jejum, aumenta o risco de doenças cardiovasculares, diabetes e derrame.

4.Você vai emagrecer

comer-melhor-emagrecer-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular

Diga adeus àqueles centímetros teimosos em volta da sua cintura. Alternar os alimentos e seguir uma dieta variada também ajuda a aumentar a diversidade de bactérias boas no intestino. Uma maior diversidade de bactérias intestinais está associada, não apenas a uma melhor saúde geral, mas também à perda de peso.

Um estudo sugeriu que as pessoas que seguem uma dieta vegetariana / vegana têm uma melhor biodiversidade nas bactérias intestinais do que aquelas que comem produtos de origem animal.

“Os benefícios de ter um microbioma intestinal tão diverso são impressionantes, os estudos mostram um aumento nos efeitos antiinflamatórios e anti patogênicos que têm benefício cardiovascular, melhora do humor e aprimoramento do intestino”, explica o Dr. Daniel Benitti.

Uma das melhores maneiras de se obter e nutrir as bactérias boas  é incluir na dieta uma variedade de frutas e vegetais de cores variadas.

Em um estudo de 2016, os pesquisadores analisaram amostras de fezes de 1.300 gêmeos no Reino Unido. Eles encontraram uma ligação entre a diversidade bacteriana e marcadores de obesidade e doenças cardíacas. Foi encontrada uma ligação entre diversidade alimentar e menos gordura abdominal.

Os pesquisadores também descobriram que os pais dos gêmeos transmitiram micróbios que podem aumentar o risco de gordura abdominal associada à síndrome metabólica.

Para começar, experimente uma ou duas novas receitas a cada semana usando novos ingredientes e tente comer todas as cores do arco-íris pelo menos uma vez por dia. Com tantos recursos diferentes online, você certamente encontrará maneiras novas e empolgantes de introduzir uma variedade alimentar nos seus planos de refeição semanais.

LEIA TAMBÉM: 7 sinais do corpo de que você não está se alimentando corretamente

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.