beneficios-alimentos-fibras-saude-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas

Você sabia? Dieta rica em fibras pode te proteger de diversas doenças

Você sabia? Dieta rica em fibras pode te proteger de diversas doenças
5 (100%) 4 votes

 

beneficios-alimentos-fibras-saude-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
A alta ingestão de fibras diminui o peso corporal, a pressão arterial sistólica e o colesterol total. (imagem: revista antonia)

 

Atualmente, os carboidratos estão com uma má reputação e há motivos de sobra para isso. Afinal, a maioria é altamente refinado e isso sobrecarrega muito o organismo. Contudo, assim como há gorduras “ruins” e gorduras “boas”, também há carboidratos ruins e carboidratos bons.

Alguns estudos sobre diabetes demonstram que os benefícios dos carboidratos são derivados dos bons carboidratos, que, por sua vez, não são ricos em açúcar, e sim em fibras.

Uma recente metanálise demonstrou que a ingestão de fibras e grãos integrais, provavelmente devido ao alto teor de fibras, mas não alimentos com baixo índice glicêmico, foram associados a reduções significativas na mortalidade e doenças crônicas.

No entanto, cereais matinais e outros produtos manufaturados integrais, por exemplo, são altamente processados, então eles fornecem menos fibras e, provavelmente, menos benefícios para a saúde.

Este estudo foi publicado em uma das mais respeitadas revistas médicas do mundo e evidenciou uma redução de 15% a 30% na mortalidade por todas as causas, além de diminuição da incidência de doença cardíaca coronariana, acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2 e câncer colorretal em pessoas que consumiram maior quantidade de fibras alimentares em relação àqueles que consumiram menos.

“A alta ingestão de fibras diminui o peso corporal, a pressão arterial sistólica e o colesterol total. Ou seja, a resposta depende da quantidade de fibras consumidas”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas.

LEIA TAMBÉM: Má alimentação está relacionada à metade das mortes por infarto, derrame e diabetes

LEIA TAMBÉM: Dicas alimentares que ajudam a combater a inflamação e o lipedema

LEIA TAMBÉM: Comer mertilo melhora a pressão

As descobertas sobre esse assunto sugerem que praticamente qualquer pessoa que queira diminuir o risco de uma variedade de doenças, incluindo cardiovasculares e múltiplos tipos de câncer, como ovário, pâncreas, fígado e intestino, deve consumir mais carboidratos complexos, ou seja, grãos integrais ricos em fibras, legumes e frutas.

Infelizmente, a maioria das pessoas ingere uma baixa quantidade de fibras por dia (15-18g), enquanto o ideal seria 33,6g para os homens e 28g para as mulheres.

Além de tudo isso, o consumo de fibras também melhora a mucosa do intestino e a flora bacteriana, o que tem sido associado à melhora da sensibilidade à insulina, ao perfil lipídico, à função endotelial e à redução da inflamação sistêmica

“Hoje em dia é possível encontrar produtos e suplementos ricos em fibras. Eles trazem benefícios, mas o ideal é sempre checar a fonte da fibra para não comprar um produto com aditivo, como celulose, por exemplo, acreditando estar ingerindo farinha de trigo integral”, orienta o Dr. Daniel Benitti.

Aumentar a ingestão de fibra alimentar não precisa ser caro. Leguminosas, como feijão, grão de bico e lentilha são excelentes fontes de proteínas e fibras.

Então, que tal aumentar o seu consumo de fibras e reduzir de 15-30% a chance de adoecer?

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.