Você sabia que mais de 50% dos adultos têm varizes?

 

varizes-dr-daniel-benitti-melhor-cirurgiao-vascular-sp-campinas
Hoje existem diversas opções para o tratamento das varizes, inclusive procedimentos pouco invasivos, como o laser, a espuma e a cirurgia de retirada de veias. (imagem: Healthline)

 

A alteração estética causada pelas varizes é sempre lembrada de imediato, principalmente pelos portadores da doença. Porém, é importante sempre ressaltar que elas também podem causar dor, desconforto e inchaço. Segundo o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas, uma em cada cinco pessoas com varizes sem tratamento irá desenvolver ferida em algum momento da vida. “Cada vez mais a cicatrização será difícil, prejudicando consideravelmente a qualidade de vida do paciente”, alerta.

LEIA TAMBÉM: Varizes: mais que estética, um problema que pode causar sérias complicações de saúde

LEIA TAMBÉM: As 10 perguntas mais frequentes sobre varizes

Os principais fatores causadores de varizes são:

1.Predisposição genética: filhos de pessoas com varizes têm mais tendência de tê-las. Por isso, se o seu pai ou se a sua mãe tem varizes, você deve procurar um vascular mais cedo.

LEIA TAMBÉM: O seu pai ou a sua mãe tem varizes? Saiba o risco de você também ter

2.Sexo feminino: as mulheres são mais prejudicadas, pois os hormônios femininos diminuem a força da parede das veias, deixando-as mais fracas.

3.Obesidade: o excesso de peso aumenta a sobrecarga nos membros inferiores e a pressão dentro da barriga, o que dificulta o retorno do sangue das pernas.

4.Sedentarismo: a falta de atividades físicas diminui a força da musculatura das pernas, que propulsionam o sangue para o coração.

5.Gestação: na gravidez, algumas mudanças ocorrem no organismo da mulher, como: aumento de cerca de 40% na quantidade de líquidos no corpo e a ampliação da frequência cardíaca; aumento dos níveis de progesterona em torno de 35 vezes, o que enfraquece as veias das pernas; e aumento do tamanho do útero em quase 300 vezes, causando a compressão da passagem do sangue das pernas no retorno ao coração.

6.Laboral: as varizes relacionadas ao trabalho estão cada vez mais comuns. De acordo com o Dr. Daniel Benitti, as pessoas que permanecem longos períodos em pé ou sentadas, e que, além disso, colocam a perna para trás da cadeira, têm uma chance maior de desenvolver varizes, cansaço e dor. “O ideal é consertar a postura e se levantar a cada hora da cadeira”, indica.

 

Tratamento

Hoje existem diversas opções para o tratamento das varizes, inclusive procedimentos pouco invasivos, como o laser, a espuma e a cirurgia de retirada de veias. Cada um indicado para determinados tipos de pacientes.

É importante lembrar que, para evitar complicações com este tipo de procedimento, faça uma avaliação individualizada e procure realizar o tratamento com um profissional gabaritado e com grande experiência e conhecimento no assunto.

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

LEIA TAMBÉM: Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia?

LEIA TAMBÉM: A cirurgia de varizes é perigosa?

LEIA TAMBÉM: Quem toma anticoagulante pode operar as varizes?

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.