Você sabia que os hábitos atraem mosquitos?

Você sabia que os hábitos atraem mosquitos?
5 (100%) 1 vote

As temperaturas estão subindo e os mosquitos estão voltando. Saiba como se afastar desse mal.

 

dicas-repelente-doencas-mosquitos-insetos-dr-daniel-benitti-cirurgiao-vascular-sao-paulo-campinas
Se você não quiser deixar de usar os cremes ou largar a cervejinha e o queijo neste verão, lembre-se de usar um bom repelente. (imagem: Veja SP)

 

O aumento de temperatura vem acompanhado dos mosquitos e pernilongos. Após 2014, houve um crescimento representativo de doenças transmissíveis por eles e, por isso, todo cuidado é pouco.

Quando fala-se sobre espantar os mosquitos muitas pessoas pensam em repelente e veneno. No entanto, você sabia que outros produtos que você coloca no corpo podem atrair esses insetos?

“Os mosquitos são atraídos pelo odor corporal, mas também por substâncias que alteram o cheiro do corpo, podendo tornar a pessoa um alvo mais provável. Entre eles estão cerveja, queijos e cremes perfumados”, explica o Dr. Daniel Benitti, cirurgião vascular que atende em São Paulo e em Campinas.

Dicas

Quando você sabe que vai ficar exposta na praia, campo, parque ou mesmo na rua, evite usar produtos corporais perfumados, o que inclui fragrâncias, desodorantes e loções perfumadas, especialmente com fortes aromas florais. O olfato dos mosquitos diz a eles quando um alvo humano está perto e isso irá atraí-los.

Se você usa hidratante antes de sair, cheque se ele contém ácido lático ou alfa-hidroxiácidos, pois esses ingredientes são atrativos para mosquitos. Utilizar a noite não é um problema, caso você vá ficar em casa.

Se você não quiser deixar de usar os cremes ou largar a cervejinha e o queijo neste verão, lembre-se de usar um bom repelente.

Ao escolher esse produto, procure os ingredientes ativos DEET ou Icaridina, que normalmente oferecem fórmulas diferentes, como sprays, loções e misturas com protetor solar, embora este último não seja recomendado devido ao risco de intoxicação. Além disso, concentrações mais altas de DEET podem fornecer proteção mais duradoura, com ação de 2 a 8 horas, dependendo da taxa (5 a 30%).

É importante, porém, enfatizar que elas não são recomendadas para crianças menores de 2 anos. Concentrações acima de 10% são permitidas apenas para maiores de 12 anos de idade, mas podem ser utilizadas por gestantes.

As fórmulas com icaridina são recomendadas pela Organização Mundial de Saúde e apresentam um tempo de ação médio de 10h. Há versões infantis e também podem ser utilizadas pelas grávidas.

Produtos caseiros formulados à base de citronela, andiroba, óleo de cravo, entre outros, não têm eficácia comprovada e, por isso, não devem ser utilizados.

LEIA TAMBÉM: Como fugir da desidratação durante o calor?

LEIA TAMBÉM: O ar está muito seco. Vale a pena comprar um umidificador?

LEIA TAMBÉM: Por que é importante deixar as unhas sem esmaltes, principalmente no verão?

Lipedema

“As mulheres com lipedema em vigência de inflamação devem tomar cuidado redobrado com os mosquitos, pois é muito comum ficarem manchas nos locais das picadas se a inflamação estiver ativa”, alerta o Dr. Daniel Benitti.

Como usar os repelentes?

Para o uso correto dos repelentes algumas orientações são importantes:

  • Siga as instruções do rótulo;
  • Aplique apenas à pele exposta. Não aplique nas partes que estão por baixo da roupa;
  • Não passe perto dos olhos e boca, e use com moderação ao redor das orelhas;
  • Ao utilizar sprays, não pulverize diretamente no rosto. Pulverize nas mãos primeiro e depois aplique no rosto;
  • Não use repelentes perto de alimentos.

Pesquisas

Infelizmente, o uso de vitaminas do complexo B ou levedura de cerveja não protegem da picada de insetos, segundo pesquisas científicas.

LEIA TAMBÉM: Por que ter um médico de confiança?

LEIA TAMBÉM: A importância do check-up vascular

LEIA TAMBÉM: O que o angiologista e cirurgião vascular trata?

Para consulta e agendamento com o Dr. Daniel Benitti em Campinas, ligue para (19) 3233-4123 ou (19) 3233-7911.

Para consultas com o Dr. Daniel Benitti em São Paulo, ligue para (11) 3081-6851.

Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail:

Sobre o Autor: Dr. Daniel Benitti

Médico formado pala Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), com Residência em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Endovascular no Hospital das Clínicas da USP. veja mais aqui

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.